20 outubro 2011

Potiche

Potiche – François Ozón – 2010 (Cinemas)

Com o lançamento de Potiche, o cineasta francês François Ozón tem agora em sua filmografia todas as décadas de destaque da história do cinema revisitadas. Se eu já havia afirmado que Ozón adora transitar em várias gêneros cinematográficos – Potiche é uma comédia estilizada aos anos 50 – isso também pode ser transportado para épocas diferentes.

Suprimindo sua caligrafia e dando tons do ano a que evoca, o diretor resolveu adaptar uma peça de teatro retocando com feminismo atual. A intenção é clara de mostrar como ainda vivemos num mundo machista, apesar das evidentes evoluções.

Potiche, bibelô, vaso ornamental em francês, é como se sente a Sra. Pujol (Catherine Deneuve), herdeira de uma fábrica de guarda-chuvas (má) administrada pelo marido (Fabrice Luchini).

2 comentários:

Kamila disse...

Adoro François Ozon e me arrependo profundamente do dia em que não assisti a este filme. Duvido que passe de novo nos cinemas daqui...

Cleber Eldridge disse...

Eu estou realmente curioso quanto a esse filme.