14 março 2011

O Homem que não Amava as Mulheres

Män Som Hatar Kvinnor – Niels Arden Oplev – 2009 (DVD)

Um pacote pardo amarrado de corda diagonalmente e paralelamente é cuidadosamente aberto por um senhor usando luvas branca e um pequeno canivete. Lentamente ele tira um quadro de dentro do envelope e põe-se a analisá-lo. É uma obra em relevo de folhas secas. O senhor agora volta à atenção ao pacote, em especial ao carimbo do remetente onde se lê Hong Kong. Agora ele senta na confortável da cadeira de seu opulento escritório e, enquanto a câmera se afasta dos intensos closes, chora um choro convulsivo.

O cinema sueco para mim se resumia a Ingmar Bergman, portanto minha ignorância em relação às produções desse país se dissipou. Porém como tudo na vida existe o lado bom e o ruim... O bom é que na Suécia se faz filmes de qualidade técnica e que não se resume a ótica existencialista de Bergman, a ruim é que a influência do cinema norte-americano também globalizou a cultura deles.

Baseado no livro de sucesso mundial Millenium, na verdade uma trilogia escrita pelo sueco Stieg Larsson, O Homem que não Amava as Mulheres é a sua primeira parte, e já vai ganhar um remake hollywoodiano capitaneado por David Fincher e chamado The Girl with the Dragon Tattoo, tradução literal do livro. Atualmente está em pós-produção.

O dinamarquês Niels Arden Oplev conduz a criativa trama com ousadia, mas com estilo peculiar do cinemão norte-americano. O clima de suspense é perfeito e as reviravoltas são bem detalhadas. Um filme para ver antes da versão de Hollywood.

3 comentários:

Pesquisa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Camila Fink disse...

A trilogia no papel é ainda melhor. Recomendo enfaticamente para quem gosta de livros de suspense. As redes e conflitos são ainda maiores no livro, englobando política e economia junto com o pacote suspense-policial.

Mas aí, na comparação, os filmes saem perdendo bastante (os outros da série já foram lançados no exterior), embora sejam realmente divertidos de assistir.

cinefilapornatureza disse...

Tenho a intenção de assistir a este filme antes de conferir o remake de David Fincher! E ainda dá tempo, né?? :)