21 janeiro 2011

O Turista

The Tourist – Florian Henckel Von Donnersmarck – 2010 (Cinemas)

Eu não sou e nunca serei contra o entretenimento puro e simples. O chamado filme-pipoca tipicamente hollywoodiano. Sou contra sim inflacionar o mercado impossibilitando gênios como Paul Thomas Anderson fazer um filme porque não tem orçamento. E sou contra também blockbusters vendido por críticos como arte.

O cineasta alemão Florian Henckel Von Donnersmarck ganhou um Oscar por A Vida dos Outros (2006) e um telefonema de Angelina Jolie.

O Turista é um belo filme, e o adjetivo aqui se refere às imagens da linda e charmosa Veneza, uma cidade cercada pelo mar, mas você (eu não acho) pode também usar a palavra para referir-se ao casal de protagonistas.

Henckel consegue fazer de uma trama insossa (polícia caça terrorista vigiando sua mulher), uma película que prende a atenção e foge dos clichês, apesar de em alguns momentos ser impossível escapar.

4 comentários:

cinefilapornatureza disse...

Vou assistir amanhã e espero me divertir, pura e simplesmente...

Smurfet disse...

Ola,
Sou do blog Smurfet, estou a procura de parceiros e também formando uma equipe de críticos para o blog.
Caso se interesse é só entrar em contato.

www.minismurfet.blogspot.com

pseudo-autor disse...

Eu esperava mais dele, mas é um bom entretenimento sem dúvida. Bem acima da média do que eu tenho visto no gênero.

Cultura na web:
http://culturaexmachina.blogspot.com

ANG disse...

Só pode ser brincadeira esse texto. "O turista" é dos filmes de entretenimento mais chavão e clichês já feito nos últimos anos, em termos narrativos, técnicos e estilísticos, e pleno de cara-de-pau em achar que isso não debilita a qualidade do filme, inclusive no parâmetro de entretenimento (que sim, tem seus níveis de qualidade - os quais "O Turista" despreza quase em peso, exceto na garantia de mesmice de imagem, som e star system cínicos). Esse filme na sua grande maioria, é lixo de cinema e entretenimento, que trata o espectador como um imbecil a todo tempo. Gostar do filme, é gostar desse tratamento; mas gostar nenhum pouco é enxergar qualidade; enxergar qualidade qualidade no "O Turista", é criar um novo filme sobre o citado. Aliás, gostar desse filme, é gostar dos desejos a que ele alude; esse filme é apenas uma tacada de Marketing, só. Vamo acordar pra vida, e largar mão de achar que assistir um monte de blockbuster tacanho ensina cinema, porque não ensina coisa nenhuma.