07 janeiro 2015

Sono de Inverno

Kis Uykusu – Nuri Bilge Ceylan – 2014

A certa altura do filme vencedor da Palma de Ouro do Festival de Cannes, Aydin (Haluk Bilginer) e sua irmã Necla (Demet Akbag), ambos já maduros, travam o seguinte diálogo:

Necla – Seu artigo não era nada controverso.
Aydin – Na verdade, nunca se sabe.
Necla – E depois, porque você mete o nariz nisso? Você é um ator, escreva sobre o que você sabe.
Aydin – Pense que nós nem sempre escolhemos o que escrever. É o assunto que escolhe você.
Necla – É claro que cada um é livre para escrever o que quiser. Mas depois, você colhe o que semeou.
Aydin – Como assim?
Necla – Entre um ponto de vista de um especialista, que dedicou a vida a um assunto e o de um amador, não há comparação.
Aydin – Você não acha que uma visão de fora pode ser relevante?
Necla – Não há substância.
Aydin – Que substância?
Necla – Vou te dizer: outro dia eu li com atenção o artigo que você me deu. Eu não pude parar e reli os antigos.
Aydin – E então?
Necla – Talvez eu estivesse distraída antes. Mas eles pareciam diferentes.
Aydin – Em que?
Necla – Eu não sei, talvez eu não teria coragem de dar lições sobre temas que eu conheço mal.
Aydin – Dar lições? É mais grave do que eu pensava, então.

E essa discussão acaba indo pra um caminho totalmente diferente do pretendido, e os irmãos passam a se agredir verbalmente e retomar antigos ressentimentos. E essa acaba sendo a faísca para a vida do pacato, correto e um pouco pedante Aydin, dono de uma pousada em Anatólia na Turquia, começar um processo de transformação que irá envolver além da sua irmã, sua esposa mais jovem, a filantrópica Nihal (Melissa Sözen).

Não é a toa que o cineasta Nuri Bilge Ceylan vem sendo chamado de o Michelangelo Antonioni turco – o maior diretor de todos e referência desse blog – seu filme traz a alma dele, principalmente nos maravilhosos e geniais diálogos, e na reviravolta em torno do protagonista. Outra qualidade de Nuri foi à escolha de Melissa Sözen para viver a esposa jovem, além de excelente atriz lembra muito Audrey Hepburn, sua discussão com o marido chega a deixar-nos tenso de tão real.

Nenhum comentário: