15 janeiro 2011

Bravura Indômita

True Grit – Joel e Ethan Coen – 2010 (11 de fev. nos cinemas)

Os ímpios (ateus) fogem sem ninguém a persegui-los.
Provérbios 28;1

Ninguém acreditava que Joel e  Ethan Coen poderiam fazer um filme que entrasse no hall das grandes obras-primas do cinema. Mas, aconteceu;

Ninguém acreditava que Jeff Bridges conseguiria mais uma interpretação visceral e incontestável apenas alguns meses depois de Coração Louco (2009). Mas, aconteceu;

Ninguém acreditava que Carter Burwell e Roger Deakins fossem superar seus trabalhos primorosos em Fargo (1996) e O Homem que não Estava lá (2001), respectivamente. Mas, aconteceu;

Ninguém acreditava que uma menina tão nova poderia sair de casa, durante o inverno, para vingar a morte de seu pai. Mas, aconteceu.

Deve pagar por tudo nesse mundo, de uma forma ou de outra. Nada é de graça, exceto a graça de Deus.

Fora de registro. Existem mercenários que mesmo amando o dinheiro conseguem passar pela vida de cabeça erguida. Ouça aqui a bela música que encerra o filme cantada por Iris Dement,  chama-se Leaning On The Everlasting Arms.
_________________________________

Diálogos de Reuben Rooster Cogburn

- O sanitário está ocupado!
- Eu sei, Sr. Cogburn. Como disse tenho negócios com você.
- Tenho que tratar desse negócio primeiro.

Não preciso comprar, posso confiscar. Sou um oficial da lei.

6 comentários:

héberton disse...

Só não entendi a parte do "Ninguém acreditava que Joel e  Ethan Coen poderiam fazer um filme que entrasse no hall das grandes obras-primas do cinema. Mas, aconteceu;"

Não é um filme ruim, mas esta aquém das verdadeiras obras primas dos cineastas.

cinefilapornatureza disse...

Ainda não conferi, mas, ei, Cassiano, você é suspeito para falar dos irmãos Coen! ;)

Otavio disse...

PQP! Deve ser um filmaço mesmo! E você ainda me diz que a música e a fotografia são espetaculares...

pseudo-autor disse...

Estou ansioso pra ver. Também não entendi o seu primeiro parágrafo! Precisa ver Fargo, Ajuste de Contas, O Grande Lebowski. A dupla é demais!

cultura na web:
http://culturaexmachina.blogspot.com

Museu do Cinema disse...

Bom, o primeiro paragrafo não é a minha opinião, é só visitar a retrospectiva que fiz dos irmãos para perceber isso, mas sei que muita gente acha q eles ainda não fizeram uma obra-prima, assim como muita gente acha q Kubrick não fez.

Mateus Selle Denardin disse...

Obra-prima. Lindo, comovente, arrebatador.