02 abril 2008

Ponto de Vista

Vantage Point – Pete Travis – 2008 (Cinemas)

Alicerçado no clássico Rashomon (1950) do mestre Akira Kurosawa, Ponto de Vista tem uma história simples amparada no conceito “inovador” do cineasta japonês. Ou seja, ele conta a mesma história sob o ponto de vista (aqui no caso seria ponto de visão) de 5 personagens diferentes.

O plot seria o atentado contra o presidente norte-americano (William Hurt) num comício em Salamanca, na Espanha. As 5 visões do atentado seriam do guarda-costas Thomas Barnes (Dennis Quaid), do turista estadunidense Howard (Forest Whitaker), e mais 3 outras pessoas, interpretadas por atores espanhóis, que se contar aqui estraga.

A palavra salamanca em filipino significa truque, e foi escolhida por essa razão pela produção do filme, mas a impossibilidade de fechar a praça principal da cidade por quase 3 meses para as filmagens do longa, fez com que os produtores escolhessem duas cidade do México e reproduzissem, em tamanho um pouco menor, a Plaza Mayor de Salamanca.

O problema de Ponto de Vista começa a partir do momento em que a inspiração de Kurosawa acaba, e o diretor Pete Travis (mais conhecido por suas produções na TV) se vê diante de um filme de ação hollywoodiano, lá pela metade do filme.

7 comentários:

Kamila disse...

Cassiano, pois até que eu gostei das cenas de ação do Pete Travis, especialmente aquela perseguição de carros nas ruas de Salamanca.

O que me incomodou no filme foi a irregularidade das histórias de cada personagem.

Felipe Nobrega disse...

Imitar Akira k. será qie isso poderia ter dado muito boa coisa???

Enfim, me pareceu tão candidato a clássico do Super Cine... rsrsrs

Vinícius P. disse...

Esse ainda não vi, mas percebi que as opiniões estão bem divididas (alguns gostaram), portanto deverei vê-lo ainda no cinema.

Museu do Cinema disse...

Kamila, as cenas são boas, mas elas se alongam demais, sem falar no clichê que são.

Felipe, candidato a clássico é que não é mesmo, nem de Tela Quente.

Vinícius, veja se gosta

Pedro Henrique disse...

Aqui ele já saiu do cinema, agora só em dvd mesmo.

Abraço!!!

Museu do Cinema disse...

Acho que é a melhor Pedro.

Museu do Cinema disse...

A melhor mídia, desculpe.