06 fevereiro 2018

The Post

The Post - Steven Spielberg - 2017 (Cinemas)

10% foi ajuda dos vietnamitas do sul. 20% foi para deter os comunistas. 70% foi para evitar a humilhação de uma derrota norte-americana.

O mais distraído dos espectadores sabe que esse filme se trata de jornalismo, sobre o famoso jornal The Washington Post, apelidado de The Post, e sobre a relação entre mídia e políticos, mas Spielberg resolveu abrir o filme com uma cena de guerra - onde ele é mestre - mas a cena é tão superficial, tão manipulativa e com uma luz horrorosa que percebe-se logo se tratar de um estúdio. Depois disso, e atuando como charcuteiro, Steven Spielberg desata em querer contar a pré história da dona do Washignton Post, Kay Graham (Meryl Streep), e seu editor-chefe Ben Bradlee (Tom Hanks) e isso nos leva quase 40 minutos.

Mas quando o filme finalmente entra no enredo principal, vislumbra-se o cineasta que é quase uma unanimidade. A agilidade, os cortes rápidos, os selecionados locais onde a câmera nos mostra as cenas, tudo isso contribui para essa segunda parte - o resto da película - ser ágil a ponto de no final acharmos que passou rápido (imagina se deletassem os outros 40 minutos).

O fio que separa a ética da ideologia é transparente. É humanamente impossível você opinar sem defender suas crenças. A diferença no jornalismo são que as noticias não deve seguir ideologias, é como o próprio Ben, personagem de Tom Hanks, relata seu erro à sua chefe da amizade que nutria pelo democrata Kennedy. Para o Editor do Washington Post, o presidente nunca foi uma fonte, e isso JFK sabia o tempo todo.

The Post termina com uma cena bastante parecida com a abertura de Todos os Homens do Presidente (1976), filme que narra o escândalo watergate que finalmente derrubou o presidente.

Um comentário:

Kamila Azevedo disse...

Eu gostei muito de "The Post: A Guerra Secreta". O filme é realmente sobre o jornalismo, sobre a importância de termos uma imprensa livre e comprometida com os fatos. Particularmente, acho que mereceria até mesmo um reconhecimento maior.