22 fevereiro 2015

A Teoria de Tudo

The Theory of Everything – James Marsh – 2014 (Cinemas)

*Achei a maioria das resenhas, apesar de favoráveis, pouco esclarecedoras. Elas costumam seguir uma formula única: Stephen Hawking tem a doença de Lou Gehrig (o termo usado nas resenhas norte-americanas) ou a doença do neurônio motor (nas resenhas inglesas). Está preso a uma cadeira de rodas, não consegue falar, e só pode mexer X dedos da mão (onde X parece variar de uma a três, dependendo da inconsistência do artigo que o resenhista leu a meu respeito). No entanto, esse filme é sobre a maior indagação de todas: de onde viemos e para onde vamos. A resposta proposta por Hawking é que o universo não foi criado nem será destruído: ele apenas é.

Stephen Hawking

*Palavras (adaptadas) do próprio Hawking à época do lançamento de seu livro mais famoso Uma Breve História do Tempo reproduzido no seu livro de memórias Stephen Hawking: Minha Breve História.

Um comentário:

Kamila disse...

Cassiano, você, como sempre, simples e direto. Perfeito! Assisto a esse filme neste final de semana e, depois, volto pra dizer o que eu achei!