30 dezembro 2011

Tudo pelo Poder

Ides of March – George Clooney – 2011 (Cinemas)

Todo mundo sabe que político é tudo igual, todo mundo sabe para que servem as alianças de campanhas, todo mundo já cansou de saber que as promessas são sempre as mesmas, e que elas não passam de promessas. Todo mundo sabe que o que é dito em época eleitoreira não significa nada.

Stephen (Ryan Gosling – que parece estar em 9 de 10 filmes lançados) é o responsável por fazer-nos acreditar em políticos todos os anos eleitorais, mesmo sabendo disso tudo.

Eu não sou cristão, eu não sou ateu. Eu não sou judeu, eu não sou muçulmano. Minha religião, aquilo que eu acredito chama-se Constituição dos Estados Unidos da América.

Só tem um porém, Stephen acredita.

George Clooney quer se transformar no novo Clint Eastwood, ator mediano que trabalhou com grandes cineastas e que às vezes se aventura atrás das câmeras e é sempre seguro. Tudo pelo Poder é seu filme que foi além do seguro. É um filmão baseado num livro sobre os bastidores da política norte-americana do partido democrata. É também uma película de um diretor que começa a mostrar-se um mestre na arte.

3 comentários:

Atena disse...

Gostaria de citar um texto deste blog em um artigo científico, mas não encontro o nome do autor. De quem é este blog? Se possível, envie-me por e-mail, obrigada: hcapel@gmail.com

BRENNO BEZERRA disse...

A maior cartada de mestre de George Clooney

Kamila disse...

Tô doida para assistir a este filme e acho que George Clooney atua muito bem como diretor nesse filão das obras com um conteúdo mais diferenciado e politizado, talvez por ele mesmo ser desse jeito.