29 agosto 2011

Melancolia

Melancholia – Lars Von Trier – 2011 (Cinemas)

Perdoem-me a redundância, mas Melancolia é um filme melancólico, depressivo e triste, às vezes nauseante. Como obra de arte seu valor é nulo, porém medicamente pode ser útil.

Rodado inteiramente num castelo e campo de golfe, com imagens que primam pela beleza, mas peca pela falta da steadycam – o que resulta em imagens tremidas e nauseantes, Melancolia sofre da síndrome da repetição batida, é a trilha que enjoa na 40ª vez que toca, as imagens belas em super slow motion que cansam, e o roteiro consistente, mas excessivamente longo.

Melancolia é o nome de um planeta que pegou uma trajetória que poderá colidir com a Terra, e parece também ser uma doença que sofre duas irmãs, Justine (Kristen Dust) e Claire (Charlotte Gainsbourgh).

8 comentários:

cinefilapornatureza disse...

Adoro a forma como você fala muito do filme ao dizer pouco sobre ele, em posts super econômicos. Um dia, eu chego lá! :)

Victor Nassar disse...

Tks God!

Estava resistindo ao máximo assistir o filme, justamente por achar que seria demais depressivo e mesmo apático, como o boring "Um Lugar Qualquer". Lamento, mas o filme vai ficar pro fim da fila now.

Renan Matos disse...

Verdade. Essa forma de falar muito escrevendo pouco é fascinante.

Eu também um dia chego lá.
Poxa, será esse mais de Lars que me deixará a desejar ?
Verei brevemente.

http://thomaslumiere.blogspot.com/

Thiago Priess Valiati disse...

Estou ansioso para o filme entrar em cartar e eu ver. Aqui ainda não chegou. Apesar de sua pequena crítica, o filme parece ser bom, hehe.

Estou com Blade Runner no Cult Fiction. Confira!
this-is-cult-fiction.blogspot.com/

Ah, adicionei seu blog ao meu blogroll (;

Otavio disse...

Von Trier Sucks!

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Parabéns pelo blog.
Cumprimentos cinéfilos.

O Falcão Maltês

cinefilapornatureza disse...

Assisti ao filme hoje. Acho que "Melancolia" encontra sua força da alternância de pontos de vista entre Justine e Claire. As duas encaram suas emoções de formas muito diferentes. Com o fim do mundo, esse contato com os sentimentos fica mais exarcebado. Um belo filme, com uso poderoso da trilha sonora e imagens poéticas. Fora que a atuação da Charlotte Gainsbourg está sensacional!

Glória disse...

Assisistí Melancolia ontem.
Mostra a personagem Justine depressiva com sua longa e monotona festa de casamento.
A segunda parte enfoca mais Claire que aparentemente segura, desmorona com o desenrolar dos acontecimentos.
O personagem masculino que parece dono da situação é o mais fraco. As mulheres apesar de tudo tentam lidar com a situação catastrofica até o final.