23 fevereiro 2011

127 Horas

127 Hours – Danny Boyle – 2010 (Cinemas)

127 Horas nasceu para ser uma obra-prima. A história de determinação e apego à vida de Aaron Ralston, ao contrário do que muita gente pensa, se encaixa perfeitamente nos moldes do cinema. Porém Boyle transformou-o apenas num filme medíocre.

O cineasta até começa bem, a metade inicial parece nos dar a sensação de que algo maior virá, algum pensamento, algum toque divino irá transformar aquela previsível jornada. Afinal de contas todos nós já sabemos o final.

Mas Danny Boyle, outra vez, prefere os louros do dinheiro. A segunda metade da película parece até um grande videoclipe dessas novas bandas de rock norte-americanas. Ai só nos resta apreciar a ótima interpretação de James Franco.

4 comentários:

cinefilapornatureza disse...

Seu comentário é o primeiro que leio que não elogia demais o filme. Mas, a performance do James Franco parece ser unanimidade.

Museu do Cinema disse...

Foi boa, mas depois do que ele fez no Oscar...

Cine Mosaico disse...

Gostei bastante desse filme. A atuação de James Franco foi ótima. Pena que o filme passou super batido no Oscar.

Bjos.

:: Barbara Bahia ::

Mateus Selle Denardin disse...

Só vejo pontos positivos na direção de Boyle. Em querer tornar tudo mais dinâmico, ele faz também um paralelo com a própria personalidade de seu protagonista, além de deixar a narrativa ágil e nunca monótona -- o que poderia se esperar de outro diretor que, talvez, visse na história um drama intimista bem pesado. O que, convenhamos, não condiz com a pessoa que quer retratar. Ótimo filme. 7/10