05 abril 2010

Direito de Amar

A Single Man – Tom Ford – 2009 (Cinemas)

Lista do que esperar de um filme feito pelo renomado estilista norte-americano Tom Ford:
- Figurino impecável
- Beleza estética
- Foco no homossexualismo sem estereotipar
- Foco no homossexualismo sem levantar bandeiras

Uma das melhores direções de fotografia do ano. Uma aula de fotografia cinematográfica feita pelo espanhol Eduard Grau. A Single Man é impecável nos quesitos técnicos, incluindo ai figurinos e direção de arte e cenários numa perfeita reconstituição de época.

Baseado no livro do autor britânico Christopher Isherwood e adaptado para o cinema por David Scearce e pelo próprio Tom Ford, que ainda dirige, produz e bancou do próprio bolso os custos da produção, o filme relata um período da vida do professor universitário George Falconer (Colin Firth) quando recebe a noticia da morte do companheiro Jim (o excelente Matthew Goode) e busca apoio com a amiga Charley (Julianne Moore – sempre ótima), entre flashbacks e mudanças de cronologia, muito bem feitas.

Firth possui aquela atuação impecável, de premiação garantida. Gostaria muito de saber onde andam as pessoas que elogiaram a escolha de Sean Penn em detrimento a Mickey Rourke, porque elas se calaram diante da injustiça ao inglês. Seria então preconceito a Rourke.

Tom Ford surpreende por trás da câmera, seu domínio, sutileza e ângulos demonstram que é um diretor pronto.

2 comentários:

cinefilapornatureza disse...

Tô doida para conferir este filme. Só leio elogios sobre esta obra.

Rogerio disse...

É um texto que instiga a conferida nessa obra.Nao sabia nada sobre o filme.