20 fevereiro 2010

Cena de Cinema: A Fita Branca

A Fita Branca (Das Weisse Band – Michael Haneke – 2009 – Cinemas)

Alguns cineastas precisam de um verdadeiro aparato tecnológico – trilha sonora, fotografia, maquiagem – para criar um clima de suspense. Outros, como Alfred Hitchocock, precisavam simplesmente usar nossa imaginação. A imaginação do ser humano é poderosa, ela ultrapassa as barreiras da realidade, Michael Haneke sabe disso, talvez por sua formação em psicologia, para o cineasta alemão uma porta fechada pode conter uma imagem de violência forte e pesada.

A mãe e mulher do pastor corta e enrola dois pedaços de fita branca. Parece enxugar uma lágrima. Primeiro chama Klara no andar superior e depois abre uma porta para chamar Martin, seus dois filhos mais velhos. Eles já sabem do que se trata, cabisbaixos acompanham a mãe até o fim do corredor e entram na porta em frente. A câmera de Haneke fica imóvel no começo do corredor, sua marca registrada, mostrando a porta fechada.

Passam 10 segundos de um silêncio absoluto e ela se abre. Martin sai e entra em outro cômodo da casa, a câmera o acompanha. Ele sai de lá segurando algo. A câmera se posiciona no seu lugar novamente, imóvel, e vê-se que o adolescente carrega uma vara. Ele entra novamente na porta do fim do corredor e fecha. Mais 26 segundos, mas dessa vez o silêncio absoluto é quebrado pelo som da vara batendo em algo e os gritos de dor de lá emanados.

5 comentários:

Nuno disse...

Bom dia.

O Antestreia está a organizar um encontro de blogs de cinema no Fantasporto.

Será na tarde do encerramento dia 6 de Março, pelas 17 horas. Gostariamos de contar com todos os blogs que estejam no festival.
Entre os blogs que lá estarão a tempo inteiro também se irá votar o melhor filme do Fantas.

Mais informação pode ser lida em http://antestreia.blogspot.com/2010/02/encontramo-nos-no-fantas.html

Agradecíamos que dissessem se estão interessados em participar na votação e se vão fazer parte do encontro.


Cumprimentos
Nuno Reis


PS: Podem e devem divulgar por outros bloggers que saibam que lá estejam.

Kamila disse...

Adoro essa seção do seu blog, Cassiano!

Rogerio disse...

Cassiano, tais querendo matar do coracao os que ainda não viram o filme hein - TENHO QUE VER LOGO!!!
Só descrevendo a cena, já arrepiou!

Museu do Cinema disse...

Tá divulgado Nuno! Grato.

Kamila, vc é suspeita.

Rogério, a intenção é essa, é pra ver mesmo!

Cristiano Contreiras disse...

Filme altamente fundamental!
conseguiu entender meu blog? abraço!