08 junho 2009

December

Feliz Natal – Selton Mello – 2008 (DVD)

A estréia na direção de longas do ator Selton Mello foi cercada pela polêmica que gerou o manifesto contra a “nudez gratuita” do ator Pedro Cardoso. Tudo por causa de uma cena em que sua namorada, a atriz Graziella Moretto, aparece em nu frontal. Pedro acusou o jovem e iniciante cineasta de exibir sessões privadas do filme a amigos com o intuito de mostrar a atriz pelada. Ciúmes a parte, Feliz Natal é uma bela película que mostra maturidade e uma boa dose de influência do cinema independente norte-americano.

Apesar do ator, e agora diretor, afirmar que sua maior ascendência foi sobre a filmografia de John Cassavetes, fica claro sua intenção em se aproximar de Quentin Tarantino na realidade dos diálogos. Muitas vezes perdido é verdade.

Feliz Natal é um drama emocional e que busca interagir com o psicológico dos espectadores, para isso muitas vezes a câmera busca um close muito perto dos atores. Caio (Leonardo Medeiros) retorna ao convívio familiar depois de excessos da juventude que o afastou do pai, Lúcio Mauro, e da mãe, Darlene Glória. Sua volta se dá no Natal na casa de seu irmão, Paulo Guarnieri.

Segundo Selton, a data emblemática foi uma forma de focar o filme para uma época do ano em que ficamos mais sensíveis. E esse é o grande trunfo da película, além do desenvolvimento psicológico das personagens principais.

8 comentários:

Marcus Vinícius disse...

Tá aí um filme que estou com uma expectiva bem boa, além da curiosidade de ver como o Selton se sai como diretor.

E aí tchê, se passarmos do Caracas, prefere Cruzeiro ou SP nas semis?

Ramon disse...

Realmente, tem jeitão de cinema independente norte-americano.
Gostei do Selton na direção.

Os atores também estão bem demais.

Só tenho algumas ressalvas em relação a algumas cenas finais. Acho que o Selton esticou um pouco o desenrolar da história na ânsia de fazer um filme um pouco mais longo.

Vinícius P. disse...

Esse já chegou nas locadoras mas ainda não consegui encontrar! Mas certamente quero conferir, estou curioso desde o lançamento no ano passado...

Fernanda Con Andra disse...

Oi Fabricio, tudo bem?

Faço contato para passar novidades que vão acontecer no Espaço Cinema Nosso neste final de semana. Poderia publicar na página?

Abaixo mando o release completo do evento.

Aguardo retorno.
Fernanda Con'Andra
Mídia Atual Comunicação
Tels: (21) 3087-2039 / 7862-2290 / 8881-9512
www.midiaatual.com.br
fernanda@midiaatual.com.br

--------------

Ação, sarcasmo e inovação na Maratona Tarantino no Cinema Nosso

O mundo complexo e divertido do diretor de cinema Quentin Tarantino estará em cartaz no próximo dia 13, sábado, na maratona homônima do Cinema Nosso (Rua do Resende, 80, Lapa). O diretor é considerado o que melhor levou ao público a irreverência e a polêmica através de filmes independentes americanos. Das 20 horas de sábado às 7 horas de domingo (14), o público assistirá de graça os grandes sucessos do cineasta como os filmes “Cães de Aluguel” (Reservoir Dogs, 1992), “Pulp Fiction – Tempo de Violência” (Pulp Fiction, 1994), “Jackie Brown” (Jackie Brown, 1997), “Kill Bill Vol. 1” (Kill Bill Vol. 1, 2003) e “Kill Bill Vol. 2” (Kill Bill Vol. 2, 2003). No final da maratona será servido um café da manhã.

Hugo Leon disse...

Filme brasileiro demora a ser visto por mim, tá na rede será ?

Marcel Gois disse...

Gostei do filme, assisti numa sessao coruja que tem aqui no cinemark, onde eles exibem 3 filme, 2 anunciados e 1 surpresa e a surpresa foi esse, naquela madrugada. Uma grata surpresa. em tds os sentidos.

Museu do Cinema disse...

Puts, 3 filmes na madrugada, e não dormem?

Ygor Moretti Fiorante disse...

Estou preparando um post desse filme, nem li o seu pra naum ser influenciado rsss , mas adianto que adorei o filme, e sou suspeito pra falar de Leonardo Medeiros, adoro todosd os trabalhos dele, ate na tv ele fica bom rssss

Abraço!!!