30 março 2009

Amigos de Cinema

O que viria a ser um post, se tornou uma trilogia, começou com Cineastas e suas Musas, agora lhes deixo com a segunda parte, Amigos de Cinema. Aguardem o desfecho!
David Fincher e Brad Pitt
Se7en (1995) e Clube da Luta (1999), quer mais ainda? O Curioso Caso de Benjamim Button (2008). E ficamos por aqui.
Jean-Luc Godard e Jean-Paul Belmondo
Acossado (1960) quer mais ainda? Uma Mulher É uma Mulher (1961). Melhor ficarmos por aqui.
Martin Scorsese e Robert De Niro
Bom, melhor nem citar né? A parceria com De Niro rendeu 8 filmes, com DiCaprio 4, já contando com o novo, com Harvey Keitel, sua primeira amizade, foram 4 também, e com Joe Pesci rendeu 3.

Luchino Visconti e Alain Delon
Rocco e seus Irmãos (1960) e O Leopardo (1963). Mais do que citar é necessário reverenciá-los.
Pedro Almodóvar e Antonio Banderas
Labirinto de Paixões (1982), Matador (1986), A Lei do Desejo (1987), Mulheres a Beira de um Ataque de Nervos (1988), e Ata-me (1990). Como o cineasta adora contar histórias femininas, o lado sensível de Banderas é bastante aguçado.
Quentin Tarantino e Samuel L. Jackson
Quando soube que Kill Bill não teria um papel para ele. Samuel L. Jackson ligou para Tarantino e ordenou: Até como pianista de igreja no meio do nada, eu topo. Bad mother Fucker.
David Lynch e Kyle MacLachlan
Dizem que MacLachlan é o alter-ego de Lynch. Veludo Azul (1986) pode ter esse significado. Porém, foi mesmo com Dale Cooper na série Twin Peaks (1990) que hoje é difícil desassociar os dois.
Paul Thomas Anderson e Philip Seymour Hoffman

Todos os filmes de PTA tem: músicas que contam história, longas tomadas sem cortes, problemas de relações humanas, e Philip Seymour Hoffman. Opa, Sangue Negro (2007) não teve participação de Hoffman, será que eles brigaram? Não. Porque também não tem a participação de Luis Guzmán. Só cansou de brincar com os mesmos coleguinhas.
Federico Fellini e Marcello Mastroiani
Fizeram seis filmes juntos: La Dolce Vita (1960), 8 ½ (1963), Roma (1972), Cidade das Mulheres (1980), Ginger e Fred (1986) e Entrevista (1987).
John Huston e Humphrey Bogart
Parceiros de festas e filmes. Era notória as brigas do cineasta com os produtores de Hollywood para escalar seu amigo. O Tesouro de Sierra Madre (1948) e O Falcão Maltês (1941), duas de suas parcerias estão nas melhores listas de melhores filmes da humanidade.

Menções: Joel e Ethan Coen e George Clooney; Cameron Crowe e Tom Cruise; Spike Lee e John Turturro; Sergio Leone e Clint Eastwood; Akira Kurosawa e Toshirô Mifune; Christophe Honoré e Louis Garrel.

14 comentários:

O Cara da Locadora disse...

Eu adoro identificar essas amizadesinhas, rs...

Ramon disse...

Muito bom!
Acho que a amizade que rendeu os melhores frutos é a do Scorsese e De Niro.

Abs!

Victor Nassar disse...

Fincher e Brad Pitt em Se7en ainda!

O que será nessa terceira edição?? Os cineastas com eles mesmos?? Tal como Hitchcock e Shyamalan? eeuhhau É uma idéia!


Abs!!

Caio disse...

Muito bom, minhas parcerias preferidas dessas aí talvez sejão Fellini - Mastroianni e Godard - Belmondo.

Mas adoro também Bob Rafelson e Jack Nicholson, Tony Leung e Wong Kar-Wai, Chris Walken e Abel Ferrara, Tôshiro Mifune e Kurosawa. Esses também merecem menção honrosa, hehe.

E como amavam o James Stewart, nada menos que Hitchcock, Frank Capra e Antonhy Mann fizeram inúmeros filmaços com o cara.

Outras duas incríveis parcerias que devem acabar cedo é a de James Gray - Phoenix e Cronenberg - Viggo Mortensen. Uma pena.

Museu do Cinema disse...

Puts, esqueci de Seven Victor, bem lembrado! Aguarde o desfecho da trilogia!

Museu do Cinema disse...

Caio, valeu! Vc sempre relembrando os esquecidos.

Mas, Bob e Jack só fizeram de relevante mesmo o ótimo O Destino bate a sua porta.

Wong Kar-Wai e Leung só 2046 de bom mesmo! Abel Ferrara nem chamou Walken para Vicio Frenetico, sua obra-prima com Harvey Keitel. Kurosawa sim merecia estar na lista! Vai para menção!

Acho que o Gray e o Phoenix dariam uma bela dupla sim, assim como o Mortensen, tomara que vingue mesmo!

Caio disse...

Vou discordar, hehe. Mas tudo bem.

Kar-Wai e Leung, as obras-primas: Felizes Juntos, Amor à Flor-da-Pele e 2046.

Bob Rafelson e Jack, as obras-primas: O Destino Bate a Sua Porta e Cada Um Vive Como Quer.

Ferrara e Walken, as obra-primas: O Rei de Nova York, New Rose Hotel e etc.[Realmente Vício Frenético é a obra-prima máxima].

Claro que todos do post são adorados pela maioria, já Rafelson e Ferrara são injustiçados. Em todo caso, são os filmes mais famosos e tals, então a lista é excelente de qualquer jeito.

Kamila disse...

Eu adoro algumas dessas parcerias, como a do Fincher e do Pitt, a do Scorsese com De Niro. Poderia citar também, para acrescentar à sua lista: Clint Eastwood e Morgan Freeman!

Alex Gonçalves disse...

Cassiano, meus parabéns por montar novamente uma postagem em relação de parcerias cinematográficas. Eu só lamento a loucura que assola a velhice de Martin Scorsese, pois só assim para justificar as parcerias com um ator tão ruim quanto o Leotário DiCaprio. E de parcerias eu não consigo pensar em outra melhor do que o mestre Brian De Palma com o sinistro Willian Finley.

Abraços!

jeff disse...

Honoré e Garrel, não?

[]!

Museu do Cinema disse...

Kamila, acho pouco Menina de Ouro e Os Imperdoaveis, sendo que o Clint é quase um Woody Allen em produção de filme.

Alex, eu aprendi a gostar do Leonardo, acho até q ele tem um pouco do De Niro.

Jeff, boa lembrança! Entrou na lista de menções.

Pedro Henrique disse...

Os irmãos Coen e John Turturro ou Steve Buscemi!!!

Muito bom o post, Cassiano!!

Ygor Moretti Fiorante disse...

Ou o Joel Coen com George Clonney que além do Queime depois de ler fez "E ai meu irmão cade você", no caso nem tanto pela quantidade mas pela qualidade dos dois, na minha opinião...

abraço e te mais!!!

Museu do Cinema disse...

Pedro, o Turturro é mais com o Spike Lee, o Buscemi é pouco com os irmãos, só lembro de Lebowski, com Tarantino tem mais.

Ygor tá ai no post. Leia!