09 fevereiro 2009

Diálogos

Escrito por Robert D. Siegel – O Lutador – EUA (2008)

Começo hoje, até sexta, uma avant-première em posts de The Wrestler, que estréia dia 13/02 nos melhores cinemas do país. Lembro que os diálogos dessa seção foram retirados dos roteiros originais, portanto, sujeito as alterações devido à improvisação dos atores.

MÚSICA: DEF LEPPARD - “POUR SOME SUGAR ON ME
Randy escuta o som vindo da jukebox.
RANDY (CONTINUANDO)
Puts, é isso ai.
Ele se levanta, procurando a mão de Cassidy. Ela não dá.
RANDY (CONTI.)
Vamos. Vamos dançar.
CASSIDY
Onde?
RANDY
Aqui mesmo.
CASSIDY
Aqui não é lugar para dançar.
RANDY
E daí? É a porra do Def Lep!
CASSIDY (RINDO)
Minha dança não é essa.
RANDY
Tudo bem. Então danço para você.
Randy começa a dançar de frente para Cassidy, sentada na cadeira do bar. Ela ri.
CASSIDY
Isso é uma lapdance (dança do colo) que estou ganhando?
Randy dança se insinuando, seduzindo.
RANDY
Apenas assista e curta.
Ele vira e mexe o traseiro para ela. Ele passa as mãos pelos lados do corpo. Ele joga os longos cabelos pelos ombros. Ela ri, charmosa e vermelha. Ele a encara nos olhos intensamente.
RANDY (CONTI.)
A lapdance se tornou a ‘lapdancei’
Cassidy ri. Ele continua dançando, totalmente desembaraçado.
CASSIDY
Acho que você pode conseguir uns trocados.
A música entra no refrão. Randy canta junto.
RANDY
Take a bottle, shake it up/ Break
the bubble, break it u-up...
(chorus)
Pour some sugar on me! In the name
of love!
Cassidy, também não resisti à chamada de Lep e se junta.
CASSIDY E RANDY
Pour some sugar on me! C'mon fire
me up!

(apontando um para o outro)
Pour your sugar on me! I can't get
enough...

(olhos nos olhos)
I'm hot, sticky sweet/ From my head
to my feet yeah...

Agora a canção entra nos acordes da guitarra. Randy senta-se novamente, saboreando seu cabelo estilo metaleiro.
RANDY
Eles não fazem mais como costumavam fazer.
CASSIDY
Os anos 80 foram da porra.
RANDY
Def Lep, Gun´s and Roses...
CASSIDY
The Mötley Crüe...
RANDY
Ai vem o viadinho do Cobain e arruína com tudo.
CASSIDY
Como se tivesse problema em se divertir.
RANDY
Aquele idiota. ‘Ooh, olhe para mim! Eu uso flanelas! Estou deprimido!’
CASSIDY
Eu sou de Seattle! Eu gosto de chuva!
RANDY
Olhe, odiei a porra dos anos 90.

6 comentários:

Ramon disse...

Muito boa a cena. Animal!
Rourke e a Tomei detonaram nesta cena.

E olha que eu adoro o Nirvana! Rsrs!

Abs!

Kau Oliveira disse...

Uma ótima cena do filme. Mas ainda prefiro a concersa final entre Randy e Cassidy e, ainda, as cenas em que ele está com a filha (Evan Rachel não menos que GENIAL).

Abs!

Museu do Cinema disse...

Ramon, eu tb, mas que o Cobain era um viadinho, isso era!

Kau, não é a cena em si, é o diálogo!

Vinícius P. disse...

Certamente um bom momento desse grande filme.

Pedro Henrique disse...

Deve ser um filmaço. Sei que vou amar.

Museu do Cinema disse...

Não diria filmaço Pedro!