03 julho 2008

Família Savage

The Savages – Tamara Jenkins – 2007 (DVD)

O cinema independente norte-americano ganhou status com o Festival de Sundance, com isso as produções passaram a serem aceitas pelo público e ganharam a luz dos cinemas e dvd’s do mundo inteiro. Passados 28 anos do primeiro prêmio para Gosto de Sangue (1984) dos Irmãos Coen, Hollywood viu ascender nomes que já fulguram hoje na nata do cinema mundial. E viu mais, o cinema independente criou um gênero, onde a interpretação é o ponto fundamental da trama, geralmente caracterizada por uma história comum, a que todos nós estamos propensos a passar.

Assim é A Família Savage, um drama que se apóia nas interpretações sempre seguras dos craques Philip Seymour Hoffman e Laura Linney, irmãos cheios de problemas e que ainda precisam tomar conta do pai com inicio de demência, papel do excelente Philip Bosco, que obviamente a academia nem ouviu falar. Enquanto Wendy (Linney) é reservada e se relaciona com o vizinho casado, Jon (Hoffman) é um professor frio que não tem coragem de segurar a mulher amada.
A cineasta norte-americana Tamara Jenkins explora o universo indie, mas faz de seu filme uma alegoria interessante ao drama, como na cena final, e também pontuando a trama através do universo de trabalho dos dois irmãos – a dramaturgia. Jenkins, que está no seu segundo longa-metragem, é fruto de Sundance, Family Remains (1993) um curta-metragem, ganhou o prêmio de reconhecimento especial do júri em 1994.

12 comentários:

Kamila disse...

Estou com o DVD desse filme, mas ainda não consegui assistir ao filme. O interessante é que o Philip Bosco estava cotado para uma indicação ao Oscar, mas, no final, foi totalmente esquecido pela temporada de premiações.

Museu do Cinema disse...

Pois é Kamila, isso é para vermos que esses prêmios nada tem a ver com o trabalho mostrado. É um jogo de influência da mídia. Por isso muitos filmes, atores e diretores tem se tornado admiraveis diante o grande público cinéfilo, sem ter conquistado prêmio midiaticos. Nem diria cult, diria verdadeiros vencedores. Ou alguém ainda duvida que o melhor filme de 2007 foi Sangue Negro?

Vinícius P. disse...

Gosto muito de "A Família Savage" e como já comentei lá no blog, acho que tem dois dos melhores aspectos desse ano: o roteiro original de Tamara Jenkins (nunca tinha visto nada dela, mas adorei esse trabalho) e a atuação da Laura Linney (uma das melhores de sua carreira).

Otavio Almeida disse...

Eu não duvido, Cassiano! Mas sabe que ontem, antes do jogo do Fluminense, eu tentei alugar A FAMÍLIA SAVAGE, mas todas as cópias estavam fora.

Então aluguei IMPÉRIO DOS SONHOS e NÃO ESTOU LÁ. Depois te conto o que achei, pois não vi os filmes ontem para torcer pela LDU.

Espero, em breve, conferir esse THE SAVAGES, que parece muito bom.

Abs!

Pedro Henrique disse...

O filme é bom, tem um roteiro legal e dupla de protagonistas em perfeita sincronia.

Abraço!!!

Museu do Cinema disse...

Otávio, torcer para LDU?? Que é isso?? Temos que torcer para os brasileiros!

Otavio Almeida disse...

Hmm... Vais me dizer que torceu para o Inter contra o Barcelona, meu caro tricolor imortal?

Abs!

Museu do Cinema disse...

Torcer, não claro, mas tb não torci contra, e no final do jogo achei o resultado justissimo.
Acho que até isso foi bom pro imortal, tomamos vergonha na cara e já fomos para uma final de libertadores recem-saido da segundona.

Acho que se o Flu ganhasse, o principal beneficiado era o Fla.

Otavio Almeida disse...

Não consegui manter essa idéia por muito tempo... Dormi muito bem ontem à noite. Essa é a verdade.

Kamila disse...

Cassiano, concordo totalmente com o que você escreveu aqui e no blog do Otavio. Infelizmente, hoje em dia, no Oscar, pouco vale a qualidade do trabalho em si; e sim a quantidade de buzz gerado. Ganha quem tem mais imprensa por trás!

contra-regra disse...

Você é a segunda pessoa a comentar sobre The Savages que me deixa com água na boca pra assistir o filme. O elenco, sem sombra de dúvidas, é ótimo. Ainda não tive a opotunidade de assisti-lo (e olha que até em DVI em ando procurando!)

Discutir a Mídia?
http://robertoqueiroz.wordpress.com

Museu do Cinema disse...

Pois é Kamila, hj o buzz é quem manda.

Roberto, veja o filme.