25 junho 2008

O Pequeno Italiano

Italianetz – Andrei Kravchuk – 2005 (DVD)

Filmar com criança já é difícil, imagina fazer um filme sob a visão de um menino. E ainda assim ser um filmão repleto de originalidade e sensibilidade, sem cair na pieguice. A película russa, O Pequeno Italiano, consegue ser tudo isso de forma simples e direta ao contar a história do garotinho órfão Vanya (Kolya Spiridonov), que está prestes a ser adotado por um casal de italianos. Feliz pela chance de uma nova vida, Vanya, de 6 anos, agora só quer conhecer mais de seu passado e reencontrar a mãe.

Invejado pelos colegas pela sorte com a adoção, em especial do amigo Anton (Dima Zemlyanko), a vida no orfanato é dividida entre crianças e adolescentes, e é dura e muitas vezes cruel, como já tínhamos visto no excelente Regras da Vida (1999), aqui sem o verniz hollywoodiano. Mas a escolha do diretor Andrei em contar o filme através de Vanya é de uma sensibilidade poucas vezes vista na história do cinema mundial.

A partir do momento em que percebe que está entrando em uma nova vida e apagando o seu passado de infortúnio, e também por conhecer uma mãe tardiamente arrependida em ter entregado o filho ao orfanato, Vanya tem em seu último desejo a inocência de uma criança abandonada à própria sorte. Sua luta por conhecer esse passado é carregado de reflexão, e se torna um ensinamento para nós adultos. Se tivéssemos mais filmes como O Pequeno Italiano talvez aprendêssemos a respeitarmos mais as crianças.

10 comentários:

Kamila disse...

Cassiano, adorei a trama desse filme! Vou atrás do DVD para ver se consigo assistir ao filme!

Rogerio disse...

Poxa, anotada a dica. Eh imporessionante como esses filmes do leste europeu tratam questoes de educaçao infantil e luta pela sobrevivencia de forma diferente.
Vi recentemente o "Pelle", de Billie August, e achei fenomenal.
O menininho manja muito de interpretaçao, que deve ser o caso desse aí tb.

Museu do Cinema disse...

Kamila, deve ser dificil concorrer com esses blockbusters por ai. Afinal quem pega O Pequeno Italiano se Indiana Jones tá do lado?

Rogério, Pelle é antigo. Mas o que me impressionou no filme foi o fato dele ser muito sensivel. E sensibilidade de um país frio é dificil encontrar, a cena final mesmo seria impossivel em outro país.

Kamila disse...

Cassiano, esta é a pura verdade! Mas, vou torcer para alguma locadora trazer esse filme para cá!

Sérgio Déda disse...

Perdi a oportunidade de assistir a este filme numa mostra de filmes cult q teve por aqui.. e pior q eu estava louco pra ver..
Mas quem sabe eu acho numa locadora..

V se dah uma visita no meu blog tb.. te adicionei na minha lista..

vlws abraço !

cineresenhas disse...

Cassiano, “O Pequeno Italiano” aparenta ser um ótimo drama, mesmo que trabalhe com uma história já vista em outros filmes de diferentes personalidades. Espero um dia ter a sorte de encontrá-lo nas locadoras daqui – ou pirata mesmo, rs.

Alex Gonçalves
Cine Resenhas

Rogerio disse...

Vi na prateleira da minha locadora ontem.Acabei alugando "I'm not There". Semana que vem eu pego de certeza;
Abs!!

Ramon disse...

Ui, Cassiano! Você não respeita as crianças?
Kkkk!

Poxa, desconhecia essa obra. Vou anotar aqui.
Abraço!

Pedro Henrique disse...

O filme parece ser muito bom mesmo. Esse tipo de cinema me atrai.

Abraço!

Museu do Cinema disse...

Sérgio, vou dar uma olhada sim, valeu. Abs