06 maio 2008

Dr. House

House M. D. – David Shore – 2004 (DVD)

Pensamentos do grande Dr. Gregory House:

TODO MUNDO MENTE.

COMO DIZIA O FILOSOFO JAGGER: VOCÊ NUNCA CONSEGUE O QUE QUER.

VOCÊ PODE PENSAR QUE EU ESTEJA ERRADO, MAS NÃO TEM RAZÃO EM DEIXAR DE PENSAR.

OS VICIADOS EM DROGAS SÃO IDIOTAS.


Para o Doutor Gregory House (incorporado no ator britânico Hugh Laurie) os pacientes são menos que objetos, por isso mesmo seus métodos de analises das doenças são estranhos, raros, mas corretos. E por isso mesmo, todos no hospital não só o aceitam como seguem suas ordens pouco convencionais.

Dr. House sabe que somos mais do que máquinas, e também sabe que cada paciente é diferente, portanto é raro um diagnóstico ser igual a outro, e só isso já faz do médico um profissional especial, mas a personagem reserva outras surpresas, nem sempre agradáveis, e que faz dessa série algo especial e não recomendada a hipocondríacos.

Contando com um roteiro sensacional e amparada na interpretação sarcástica de Laurie, Dr. House é daquelas séries que quando pegamos para ver é impossível parar.

7 comentários:

Kamila disse...

Eu não assisto a esta série regularmente, mas concordo com sua última afirmação. Quem passa a conhecer o personagem, tem sempre vontade de assistir a mais episódios. O Hugh Laurie é perfeito no papel e eu acho que o grande diferencial da série é a maneira mesmo como eles abordam o dia-a-dia do hospital. É completamente diferente de qualquer outro seriado médico.

Ramon Scheidemantel disse...

Ótima série. E tem o mérito de poder ser conferida aleatoriamente, e ainda assim compreendida. Algo um tanto raro nos dias de hoje, no qual os produtores optam cada vez mais por montar tramas longa, deixando as séries com ares de novelas.
Acho quase tudo perfeito. Somente a relação do médico com seus subordinados que acho um tanto forçada. Por mais que eles conheçam House, parece que nunca compreendem que ele está sempre um passo à frente.

Marcus Vinícius disse...

"Eu sou o diretor do departamento de doenças infecciosas, com dupla especialização em doenças infecciosas e nefrologia. Eu também sou o único doutor empregado nesse hospital que é obrigado a estar aqui contra sua vontade. Mas sem preocupações, afinal a maioria de vocês poderia ser tratado por um macaco com um frasco de analgésicos. E por falar nisso, vocês talvez vejam eu tomando comprimidos. É Vicodin, é meu, não é para vocês. E eu não tenho um problema com administração de dor, e sim um problema com dor. Mas quem sabe? Talvez eu esteja errado. Talvez eu esteja doidão demais para saber. Então, quem quer ser atendido por mim?"

Pedro Henrique disse...

A única série que acompanho, a melhor. Meu irmão é viciado por House. Vou trazer ele para comentar aqui.
Gostei do post!!
Abraço!

Vinícius P. disse...

"House" é uma das melhores séries da atualidade, sendo que as duas primeiras temporadas são excelentes (a quarta, em exibição nos Estados Unidos, é a mais fraca até o momento, mas ainda tem alguns episódios ótimos).

Anônimo disse...

Adorei seu post!

Pessoal, essa eu tenho que recomendar, dois sites interessantíssimos: www.meus3desejos.com.br e www.videoflix.com.br.

Abs.

Museu do Cinema disse...

Kamila, é completamente diferente sim, talvez por ser mais real.

Ramon, acho que eles sabem que Dr House tá sempre um passo a frente, só não reconhecem!

Marcus, e quem quer?

Pedro, valeu, traga mesmo!

Vinicius, é uma série em tanto, essa coisa de qual é a melhor se é a primeira, segunda, terceira, é consequencia...