30 abril 2008

O Assassinato de Jesse James

The Assassination of Jesse James by the Coward Robert Ford – Andrew Dominik – 2007 (DVD)

Nos melhores exemplares de faroeste norte-americano, especialmente nos de John Ford, e forçando um pouco, nos western-spaguetti do mestre maior Sergio Leone, os silêncios e a lentidão são ferramentas importantes da história que se quer contar. É ela quem dita as personalidades, e é ela quem pontua o filme, ditando o ritmo. Perder essas características é a mesma coisa que inutilizá-la, e parece ter sido a falha de O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford, dirigido pelo neozelandês Andrew Dominik cujo currículo não vai além de duas películas.

Interpretando um ícone histórico norte-americano, Brad Pitt levou esse projeto para o lado pessoal, transformando numa produção onde teria controle de muitos setores, foi dele a idéia de seguir com o pomposo, extenso e explicativo título. Talvez este seja o filme-ego do ator, assim como foi Waterworld (1995) de Kevin Costner, e A Reconquista (2000) de John Travolta.

A história narra os momentos finais da vida do famoso assaltante e assassino Jesse James (Brad Pitt), e sua gang que assaltavam os bancos dos Estados Unidos, entre eles o jovem e observador Bob Ford (Casey Affleck – ganhando personalidade como ator), que viria a assassina-lo assim como informa o nome do filme.

15 comentários:

Rogerio disse...

Achei esse um dos melhores filmes do ano passado.E acho que o Dominik nao errou nas pausas e silencios, principalmente quando o Brad Pitt estava envolvido - achei ele perfeito para o papel.
Casey Affleck quase me fez preferi-lo ao inves do amigo Bardem - mas nao chega a tanto.
Enfim, adorei o filme, e longo só achei o titulo mesmo.

Museu do Cinema disse...

Rogério, só não diria que esse filme é uma bomba porque as imagens são muito boas, de resto é lixo!

Kamila disse...

Ao contrário de você, amei esse filme. Acho que a trama foi desenvolvida de maneira perfeita, inclusive com seus silêncios e lentidão.

Além disso, o Casey Affleck arrasa como Robert Ford.

Pedro Henrique disse...

Para mim, o filme é todo do Casey Affleck.

Abraço!!

Ramon Scheidemantel disse...

Cassiano... também não curti tanto. Gostei da fotografia, o único quesito digno de reverência, como você bem comentou ao Rogério. Além disso ainda tem o Casey se destacando.
Mas na essência, também achei fraquinha a obra.

Abraço!

Museu do Cinema disse...

Kamila, temos opiniões demasiadamente diferentes deste filme.

Pedro, realmente entre os atores do filme, o Casey se destaca, mas acho que o papel tb o favorece, pq é o único digno de profundidade.

Ramon, finalmente alguém concordou comigo, o filme é lento, cansativo, não traz nada novo e ainda tem quase 3 hrs. Sem falar que a gente já sabe quem vai matar quem.

Otavio Almeida disse...

Isso, Cassiano! Concordo contigo! Por isso chove em SP na véspera do feriado!

E li que vc viu ANTES QUE O DIABO SAIBA QUE VOCÊ ESTÁ MORTO. Filmaço, não?

Abs! Bom feriado!

Museu do Cinema disse...

Pois é Otávio, mas nos últimos tempos até que não temos discordado tanto, resquicios de época passada então.

Filmaço Antes!

Bom feriadão.

Otavio Almeida disse...

Depois olha a promoção no HOLLYWOODIANO no post do HOMEM DE FERRO.

Abs!

Museu do Cinema disse...

Ok Otávio, abs

Vinícius P. disse...

Um dos melhores filmes do ano passado. Achei exagero comparar o longa com "Waterworld" e "A Reconquista" em relação ao envolvimento do astro principal com a produção - uma vez que "Jesse James" foi infinitamente mais reconhecido, inclusive no que diz respeito ao próprio Pitt. Ou seja, pode até ser um filme-ego do ator, mas não há dúvida que foi bem sucedido.

Ibertson Medeiros disse...

Achei um filmaço!
Um belo exemplo de Western Moderno, como Os Indomáveis.
Não sei por que não gostou tanto.

Marcel Gois disse...

Não gostei muito desse filme, também achei lento e arrastado, Brad Pitt e Cassey Affleck são o que de melhor acontece ao filme.. achei mt boa a atuação dos dois. Cassey provando q no papel certo pode render bastante e Pitt criando um personagem na medida..

Sou novo por aki, acabei d criar um blog sobre cinema tb, passa lah dps =D
Flws..

Pedro Henrique disse...

Não vai ir ver Homem de Ferro no cinema mesmo Cassiano?

Abraço!!!

Aqui os vermelinhos estão sendo campeões...

Museu do Cinema disse...

Vinicius, bem sucedido? O filme nem arrecadou o que gastou.

Ibertson, as explicações estão no texto.

Marcel, valeu, é bem por ai mesmo! Seja bem vindo!

Pedro, não vou ver HF, pelo menos nos cinemas. E parabéns aos campeões!