02 abril 2008

Filmes Subestimados

Kamila, constante colaboradora deste espaço e blogueira responsável pelo Cinéfila por Natureza, me passou uma “corrente” para listar 5 filmes mais subestimados. Eu não sou muito fã de listas, mas irei fazer a minha, porque gostei do assunto. Aqui vão 7:

De Olhos Bem Fechados – O próprio Tom Cruise disse que esse filme ainda será reconhecido, e isso antes da cientologia tomar conta dele. Mas quer uma dica? Stanley Kubrick;

A. I. – Inteligência Artificial – Quer duas dicas? Stanley Kubrick e Steven Spielberg;

O Homem que não Estava Lá – O melhor, de longe, filme dos irmãos Coen. Uma dica? Não julgue esse filme pela primeira impressão.

O Tigre e a Neve – Acho que o problema desse filme foi à semelhança com A Vida é Bela que os produtores tentaram passar. Nada a ver. Uma dica? Esqueça os produtores e veja esse filme.

A Desconhecida – De Giuseppe Tornatore, outro que foi mal vendido por produtores que nada entendem de cinema. Uma dica? Ennio Morricone. Mesmo com uma trilha ruim, ele é acima da média.

Sangue Negro – Cada dia que passa leio mais opiniões de críticos mudando de idéia e classificando o filme como obra-prima. Coisa que cinéfilos do mundo todo já afirmaram há meses. Uma dica? Se também não acha, mude sua opinião, lhe garanto que um dia o fará.

Efeito Dominó – Obscuro, muita gente vai se perguntar que filme é esse? Só o inicio dele já vale a conferida, mas ele tem muito mais, tem Elizabeth Shue no papel mais sensual da carreira, Kyle MacLachlan e Dermot Mulroney sem comprometer e David Koepp, o roteirista no novo Indiana Jones na direção.

9 comentários:

Ramon Scheidemantel disse...

Gostei da perspectiva de O Tigre e a Neve. Vou assistir.
Sangue Negro, já sabes bem que concordo contigo.
Efeito Dominó, é? Curtiu mesmo a obra? O começo eu também gostei, mas o desenrolar da história nem me lembro mais.
O Homem que não Estava Lá é um bom palpite para a lista de subestimados. Embora não faça parte da minha, a sua escolha é mereceida.
E Kubrick e Spielberg, para mim, nunca terão nenhuma obra subestimada. Mas não os incluiría em minha lista.
A Desconhecida preciso conferir. Deve ser ótimo. Afinal, essa dupla já fez me fez chorar!

Pedro Henrique disse...

Destaco:"Sangue Negro" que é escancarado que foi subestimado.
E "O Homem Que Não Estava Lá" foi totalmente subestimado, um excelente filme.

Otavio Almeida disse...

SANGUE NEGRO? Pensei em colocar na minha lista. Assin como NA NATUREZA SELVAGEM. Embora recente, a lembrança de SANGUE NEGRO é justa.

Cassiano, voltando ao Scorsese... Tu não gostas de THE LAST WALTZ sobre The Band?

Abs!

Museu do Cinema disse...

Ramon, para mim subestimado significa falta de público, nem "cult" se tornou, como por exemplo é Magnólia. Por isso De Olhos bem Fechados e A.I.

Pedro, com certeza!

Otávio, não colocaria Na Natureza Selvagem, do Penn colocaria A Promessa que é muito melhor do que o bom Na Natureza. Quanto ao Scorsese, te respondo lá no Hollywoodiano.

Kamila disse...

Cassiano, valeu por ter aceito o MEME.

Da sua lista, não conferi: "O Homem que Não Estava Lá", "O Tigre e a Neve", "A Desconhecida" e "Efeito Dominó". Fiquei muito curiosa especialmente em relação ao último filme.

E fico sempre muito feliz de ver outros colegas blogueiros cinéfilos citando "A.I." como um filme subestimado.

Museu do Cinema disse...

Kamila, como disse no post, uma dica? confira todos esses.

Vinícius P. disse...

De todos, só discordo com "O Tigre e a Neve" e "A Desconhecida", mas os demais são grandes filmes - tirando "Efeito Dominó", o único que ainda não vi.

Vulgo Dudu disse...

Nossa, como detestei "O tigre e a neve"... e olha que nem tenho aquela implicância com Roberto Benigni. E mais: tem o Tom Waits, meu mestre. Acho "A.I." bem fraco, bem fraco mesmo. Esperava bem mais.

Abs!

Anônimo disse...

Desafio no Bronx é um filme subestimado! Primeiro filme do De Niro como diretor é a história de uma criança que " balança " entre os valores do pai ( de Niro ) e de um gangster inteligente ( Chazz Palminteri, Excelente!!) O filme é uma adaptação da peça teatral CONTOS DO BRONX escrito por Chazz e ao que tudo indica é uma reprodução da sua infância vivida em meio aos gangsters do Bronx na década de 60. Muito bom e muito subestimado!