10 março 2008

On the Set: Australia

Por falar em Nicole Kidman, o novo épico do cineasta Baz Luhrmann, Austrália, está sendo finalizado e conta com a presença da atriz formando par romântico com Hugh Jackman, numa produção australiana que fala sobre o norte da Austrália pouco antes da Segunda Guerra Mundial. Uma aristocrata inglesa (Kidman) recebe de herança uma fazenda do tamanho da Bélgica. Mas quando um barão inglês do gado conspira para tomar as terras dela, a mulher precisa aliar-se, a contragosto, com um vaqueiro (Jackman) para levar 2 mil cabeças de gado através de um dos terrenos mais áridos do país, apenas para deparar-se com o bombardeio japonês da cidade de Darwin, pelas mesmas forças que atacaram Pearl Harbor meses antes.

A produção é toda australiana, a começar pelos protagonistas e diretor, e foi totalmente filmada no país dos cangurus. Especula-se que a trilha traga Elton John e a banda australiana Midnight Oil.

É bom lembrar que a última parceria de Baz com Nicole foi no clássico moderno Moulin Rouge, portanto é mais do que evidente que esse blog estará de olho nessa nova empreitada na dupla.

Para acompanhar a produção visite esse site.

22 comentários:

Kamila disse...

Todos estaremos de olho nessa nova empreitada da dupla. "Australia" é um dos filmes mais esperados de 2008 e espero que obtenha o mesmo sucesso que "Moulin Rouge!".

E fazia tempo que eu não ouvia falar do Midnight Oil.

Rogerio disse...

Nooossa, Midnight Oil no filme seria devastador!! Espero que role!!!

Vinícius P. disse...

Sem dúvida um dos filmes mais aguardados desse ano. Adorei tudo o que o Baz Luhrmann fez na direção, já não via o momento de seu retorno. E legal o site, nem tinha conhecimento, valeu!

Museu do Cinema disse...

Kamila e Rogério, por enquanto são especulações.

Vinicius, o site encontrei na pesquisa, é interessantissimo mesmo, acompanhe o forum tb.

Pedro Henrique disse...

Mais um pra lista de 2008...

Abraço!!!

Romeika disse...

Um dos meus filmes mais esperados, pena que quase nao divulgaram fotos ainda.. Soh aquelas de figurino estilo meio "no rancho".

Otavio Almeida disse...

Baz Luhrmann??????????????

Museu do Cinema disse...

Pedro, abs.

Romeika, veja lá no site, tem várias fotos.

Otávio, não conhece o diretor de Romeo + Julieta e Moulin Rouge?

Romeika disse...

Eu fui no site, Cassiano, mas a pagina nao abre:-S

Museu do Cinema disse...

Aqui tá normal Romeika, acabei de fazer o teste, vá para Gallery e lá tem fotos do release, production e pre-production

Otavio Almeida disse...

Infelizmente, sim! Ele e Ed Wood!

Museu do Cinema disse...

Como Otávio??? Não faça isso! Que falha!

Otavio Almeida disse...

Hahahahahahaha... Ok! Vai que eu dou 4 estrelas para AUSTRALIA lá no Hollywoodiano, né?

Abs!

Museu do Cinema disse...

Puts, agora que entendi Otávio, quer dizer que não gostas do Baz???

Ahhh, vc vai gostar...

Otavio Almeida disse...

Mas já critiquei ele aqui no seu blog em outras oportunidades... Como vc esqueceu disso???

Bom, pode ser que eu goste do filme novo. Quem sabe?

Mas, por exemplo, já pensou em ver SANGUE NEGRO ou O PODEROSO CHEFÃO com canções do Midnight Oil e do Elton John no meio do filme?? E com montagem de videoclipe? Sei não...

Enfim, vamos ver, meu caro...

Ramon Scheidemantel disse...

Fiquei curioso! É a máfia australiana de Hollywood, se aliando para evidenciar seu país. Interessante!

Museu do Cinema disse...

Otávio, me desculpe, mas não lembrava mesmo, mas vc não deve gostar de musicais.

Sangue Negro e The Godfather realmente não tem nada a ver com os citados, mas não é o caso, o cinema musical é outra coisa.

Vc já pensou na genialidade que foi montar aquele medley do elefante em Moulin Rouge com músicas pop de gênios como Madonna, Paul McCartney, Elton John, David Bowie, U2, Joe Cocker, e Withney Houston, e ainda ser coerente com o roteiro. Chega a ser tão fabuloso que me pergunto, o que veio primeiro, o roteiro ou as escolhas das canções?

Ramon, máfia australiana, gostei, mas eles estão em alta em Hollywood.

Otavio Almeida disse...

Uai... SANGUE NEGRO e O PODEROSO CHEFÃO não são musicais. Mas AUSTRALIA é um musical? Eu estava falando de AUSTRALIA quando citei esses dois filmaços...

Abs!

Museu do Cinema disse...

Acho que sim Otávio, vide o curriculo do Baz!

abs

Otavio Almeida disse...

Hmm... aí é diferente. Não sabia que seria um musical. Vamos aguardar, então.

Abs!

Ramon Scheidemantel disse...

"Máfia australiana" não é coisa minha. Ouvi o termo numa reportagem sobre a morte de Heath Ledger. Parece que ele também fazia parte.
É claro que "máfia" é um termo um tanto exagerado, mas existe um grupinho fechado deles. E olha que autraliano não falta em Hollywood.

Museu do Cinema disse...

Otávio, vamos aguardar.

Ramon, não falta mesmo!