25 março 2008

Antes de Partir

The Bucket List – Rob Reiner – 2007 (Cinemas)

Edward Cole (Jack) e Carter Chambers (Morgan Freeman) são dois homens completamente distintos um do outro. Enquanto Cole é rico, buon vivant, rabugento, bebedor de Kopi Luwak, e estressado, Chambers é pobre, calmo e estudioso. Em comum, além da doença que lhes impõe uma data de vida, o mesmo quarto de hospital. A partir desse encontro, surge a idéia da “Bucket List”, uma lista onde eles enumeram coisas para se fazer antes de morrer.

Uma curiosidade, os óculos que a personagem de Jack usa para ver TV no hospital foi levado para a produção do filme pelo próprio ator, que ganhou quando esteve internado para se tratar de um pequeno problema de saúde.

Um filme com Jack já é meio caminho andado. Se você procurar no dicionário a palavra estrela, ela virá com o nome de Jack Nicholson do lado. Já se procurar talento genuíno virá o nome de Morgan Freeman. Antes de Partir é uma comédia ao melhor estilo Hollywood, ou seja, faz rir, mas poderia muito bem fazer chorar. É uma lição de sempre procurar o bom-humor, mesmo nos piores momentos. Isso é mostrado na cena do Kopi Luwak, quando os dois ainda encontram algo para se rir. Se você viu o filme, abaixo, a explicação do tal café.

O café mais caro do mundo, conhecido como Kopi Luwak, ou Civet Coffee, é comercializado a mais de 600 dólares o kilo. Kopi é a palavra indonésia para café e Luwak é o nome do pequeno primata asiático que seleciona com os seus critérios, os grãos de café que lhe são apresentados, para os comer. Os preparadores recolhem depois das fezes do “Luwak” cada grão de café, lavam-nos cuidadosamente e produzem assim aquele que os especialistas consideram o melhor café do mundo. Os grãos conhecem uma pequena fermentação natural no estômago dos “Luwak”, o que lhes confere um sabor levemente achocolatado. Embora altamente valioso, não é possível produzir mais do 100 Kg de “Kopi Luwak” por mês.

9 comentários:

Kamila disse...

Cassiano, você resumiu perfeitamente o filme na frase: "Antes de Partir é uma comédia ao melhor estilo Hollywood, ou seja, faz rir, mas poderia muito bem fazer chorar. É uma lição de sempre procurar o bom-humor, mesmo nos piores momentos.".

Perfeito!

Eu gostei muito de "Antes de Partir". Achei um filme leve, bem-humorado, mesmo com seu tema. Poderia ter caído facilmente para um lado mais sentimental, mas foge disso. E a dupla Freeman-Nicholson dá show!

Pedro Henrique disse...

"Se você procurar no dicionário a palavra estrela, ela virá com o nome de Jack Nicholson do lado". Demais.

Também gostei de Antes de Partir, o filme fez o que se propôs a fazer. Nicholson e Freeman estão demais.

Ya!

Otavio Almeida disse...

Lamentável... eu ainda não vi. Aliás, o filme foi praticamente banido das salas de SP.

Abs!

Museu do Cinema disse...

Kamila, obrigado. A dupla dá show mesmo!

Pedro, sou suspeito para falar, pq adoro o Jack.

Otávio, aqui ele tá há um tempão em cartaz, acho que os paulistanos não gostaram do filme.

Romeika disse...

Acabei de chegar do cinema e vi exatamente esse filme, gostei. O filme pertence a esses dois atores unicos, obviamente sem eles nao seria a mesma coisa. Eh sempre um prazer ouvir a narracao em off do Freeman e o sarcasmo hilario do Nicholson, ninguem interpreta esses tipos rabugentos melhor do que ele, que acaba tornando o personagem querido pela plateia.

Quanto as lagrimas, eu nao chorei, mas tinha uma senhora atras de mim que se acabou de chorar hehe

Rogerio disse...

Valeu pela aula cafeeira.
Quanto ao filme, nao faz meu estilo, e devo conferi-lo nas locadoras.

Museu do Cinema disse...

Romeika, acho que não é para chorar.

Rogério, acho que vou estragar a surpresa do café quando ver o filme.

Rogerio disse...

Pois eh,talvez; depois te conto se me dei mal ou não lendo a historia do café heheheh,
falow,

Ramon Scheidemantel disse...

Preciso ver esse filme. Como você mesmo disse, é talento demais pra perder!
Além disso adoro essas comédias que também fazem chorar.
Eu já vi um documentário sobre a produção desse café. Ficam bonitinhos os grãos quando os catadores metem a mão na b... para pegá-los. Hehehe!
A gente passa uma vida trabalhando pra ficar rico, para depois poder tomar um café desses! Delícia!
kkk!