24 fevereiro 2008

Oscar 2008

and the Oscar goes to...
Todo mundo fala mau do Oscar (eu inclusive), mas é a maior festa do cinema mundial. Esse ano ele completa 80 anos de premiação e a academia resolveu agradar a todos. Juno, um filme bom com uma estupenda bilheteria norte-americana (que para mim significa porcaria, pois os estadunidenses se enrolaram no próprio cordão umbilical há séculos). Conduta de Risco, outro filme muito bom que agrada aos fãs de filmes políticos e do Clooney, Desejo e Reparação, um filme que é a cara da academia, Onde os Fracos não tem Vez, um filme para cinéfilos, e Sangue Negro que dispensa comentários e a estatueta para estar no mesmo patamar de obras-primas do quilate de O Poderoso Chefão (1972).
Claro que, como todos os anos, temos os francos favoritos, e na minha opinião insuperavéis, são eles, Javier Bardem para ator coadjuvante, Daniel Day-Lewis para ator, e Marion Cottilard para atriz.
Claro que temos os injustamente esquecidos, a academia tem péssima mémoria, como Jonny Greenwood e sua trilha para Sangue Negro, que se fosse indicada estaria na lista acima, mas minha colega Kamila, do blog Cinéfila por Natureza, me diz que a trilha não foi elegivel, por já ter sido divulgada em outro espetáculo, e A Desconhecida, do italiano Tornatore. Portanto, logo mais, vamos torcer pra seus favoritos, desde que seja Sangue Negro, brincadeira, e tentar ficar acordado até tarde da noite.
There Will Be Blood.

5 comentários:

Rogerio disse...

Tambem concordo com esses favoritos, embora o Day-Lewis já perdeu pro Adrien Brody aquele ano..td é possivel.
O Oscar nas maos de PTA ou dos Coen vai estar bem entregue.

Museu do Cinema disse...

tb acho, e isso me deixa um pouco mais tranquilo!

Kamila disse...

Cassiano, a trilha de Jonny Greenwood foi desqualificada pela Academia porque parte dela já tinha sido composta para outros fins e isso vai contra as regras.

A cerimônia de ontem foi boa e foi coerente com tudo o que vimos nessa temporada de premiações.

Que o Oscar 2009 tenha tantos bons filmes como os desse ano.

Vinícius P. disse...

É, não deu para "Sangue Negro". Ok, legal o reconhecimento aos irmãos Coen, mas não podiam ter reservado uma estatueta de roteiro para o PT Anderson? Mas os prêmios de atuação compensaram...

Museu do Cinema disse...

Esclarecido então Kamila.

Pois é Vinicius.