13 maio 2007

O Falcão Maltês

The Falcon Maltese – John Huston – 1941 (DVD)

Em 1539, os Templários de Malta enviaram ao Rei da Espanha um falcão de ouro maciço, incrustado de pedras preciosas. Mas piratas atacaram seu galeão e roubaram esse objeto precioso. O destino do falcão maltês permanece um mistério até hoje”.

O detetive Sam Spade (Humphrey Bogart) recebe a estranha visita da Sra. O’Shaughnessy (Mary Astor), que procura pelo paradeiro da irmã, que fugiu com um perigoso sujeito. O que parecia ser mais um caso normal para Sam torna-se um emaranhado de problemas quando seu sócio, Miles Archer (Jerome Cowan), é encontrado morto.

A partir daí todas as personagens não são o que parecem ser, e o desfile de tipos exóticos começa a aparecer. Destaque para as interpretações de Peter Lorre, como o nervoso e alucinado Joel Cairo, Sydney Greenstreet, como o obeso e cínico Kasper Gutman, indicado ao Oscar, Elisha Cook Jr., como o capanga de Gutman, Wilmer Cook, e Mary Astor, a primeira femme fatale do cinema. No livro, os três personagens masculinos têm tendências homossexuais, que, no filme, foram mostrados sutilmente.

Considerado com o primeiro filme noir, O Falcão Maltês é dos raros filmes que consegue apoiar toda a trama nos diálogos. Roteirizado por John Huston, baseado no livro de Dashiell Hammett, e levado aos cinemas pela terceira vez, a película é obrigatória aos fãs do gênero noir.

9 comentários:

Túlio Moreira disse...

"é dos raros filmes que consegue apoiar toda a trama nos diálogos."

Cassiano, gosto bastante do gênero, mas não sou fã. Só que acrescentaria ao que você escreveu que "Falcão Maltês" é obrigatório aos fãs do cinema em geral.

Preciso muito ver esse filme, mas não tenho conseguido achar. Lista de prioridade máxima.

abs e boa semana!

Museu do Cinema disse...

Veja sim Túlio, eu acho que como filme ele é essencial sim, mas como gênero ele é fundamental.

Kamila disse...

Nunca assisti "O Falcão Maltês", mas já ouvi tanto falar neste filme, que fico até com vergonha de dizer isso...

Parabéns pelo texto, Cassiano.

Otavio Almeida disse...

AAEEEEEE, Cassiano! Filmaço! Fundamental, essencial ou whatever!

Abs!

Museu do Cinema disse...

Tá esperando o que então Kamila? Obrigado!

Abs Otávio!

Marcus Vinícius disse...

Eu sempre vejo ele nos balaios de dvds por aqui, mas quero ler antes de ver o filme. Mas com esse aval, vou adquiri-lo ná próxima ida a loja.

Pois é amigo tricolor, não temos muita sorte em jogos no Uruguay. Empate não é mau resultado e deixe pra volta Monumental. Abraços!

Museu do Cinema disse...

Pois é Marcus, mas ontem não foi sorte não, faltou tudo, foi daqueles raros jogos onde nenhum jogador rendeu nada, o time todo esteve ruim demais.

Agora é esperar um novo milagre. Até parece que o time fez de proposito isso, sinceramente, acho o Defensor, como o próprio nome diz, um excelente time para jogar na retranca. Se com o SP foi dificil, com eles será muito mais.

Otavio Almeida disse...

Pessoal, dêem uma olhada no meu blog de futebol. É o ZONA DO AGRIÃO.

Passem por lá e me digam o que acharam. Podem criticar, etc. Preciso de sugestões para encontrar a "formação ideal" para o blog. É http://zona-do-agriao.blogspot.com/

Abs!

Museu do Cinema disse...

Com certeza Otávio, grande pedida, vou dá uma olhada!

Valeu