21 abril 2007

Clube da Luta

Cavalheiros, bem vindos ao clube da luta!

A 1ª regra do clube da luta é: Você não fala sobre o clube da luta;

A 2ª regra do clube da luta é: Você não fala sobre o clube da luta;

3ª regra do clube da luta: Se alguém pára, dorme, grita ou sinaliza, a luta está terminada;

4ª regra: Apenas dois caras numa luta;

5ª regra: Uma luta de cada vez, pessoal;

6ª regra: Sem camisas. Sem sapatos;

7ª regra: As lutas duram o tempo que for necessário;

E a 8ª e última regra: Se esta for a sua primeira noite no clube da luta, você tem de lutar!


Fight Club – David Fincher – 1999 (DVD)

Um funcionário de uma seguradora (Edward Norton) e um vendedor de sabonetes chamado Tyler Durden (Brad Pitt) se conhecem num avião e formam o clube da luta, onde homens comuns, garçons, advogados, vendedores e representantes se reúnem para brigar, como forma de aliviar o stress da vida normal que levam.

Baseado no romance homônimo de Chuck Palahniuk, um excelente escritor contemporâneo, Clube da Luta é uma feroz crítica a nossa atual sociedade, consumista, individualista, onde o saldo bancário da pessoa significa muito mais do que sua personalidade. “Que tipo de porcelana me define como pessoa?”. Será que essa frase já foi dita por você? E se trocarmos porcelana por qualquer outro produto? Você diria? Nossa sociedade atual busca no consumismo a identidade pessoal, planejadores de marketing querem nos empurrar no abismo sem volta da individualização.

A globalização gerou um fenômeno de concentração de informação. Hoje, são poucas as pessoas que tem acesso à internet e podem usufruir das informações instantâneas que se multiplicam por ela. Esse fenômeno acabou gerando outro, as pessoas estão ficando cada vez mais individualizadas. É no consumo ou na cidadania, estamos nos tornando seres individuais.

Um grande executivo de uma empresa “ponto com” fez um comentário bastante ousado sobre esse tema. "Se há uma revolução a caminho ela vai ocorrer porque a Internet promove uma individualização no tratamento de massa. Ela é um veículo de absorção solitária e isso vai provocar um impacto profundo na oferta do conteúdo". Disse Paulo Mozart, da Globo.com.

As campanhas de marketing seguem esse caminho, anúncios com “Seja diferente...” são reinventados a todo momento.

Isso sem falar na nossa desigualdade social, que só aumenta e cresce a criminalidade. É por isso que esse filme se torna um ícone, ele toca na nossa ferida! “Que personalidade você lutaria?”. Eu lutaria com o Roberto Justus.

Ouça aqui a excelente música Where is My Mind?, da banda norte-americana Pixies, que encerra o filme, mas não faz parte da trilha sonora, composta pelos irmãos The Dust Brothers.
O seguro de vida paga três vezes mais se você morrer em viagem de negócios.
________________________________________________

Project Mayhem

Consiste em explodir os principais prédios que controlam todo o fluxo de cartão de crédito e contas correntes e o prédio do Sistema de Informações, no intuito de criar um caos no controle financeiro, gerando um equilíbrio econômico sempre sonhado, mas nunca alcançado.

Método

12 furgões carregados de bombas caseiras serão estacionados nas garagens subterrâneas desses edifícios, sendo “esquecidos” lá, com um detonador, programado para explodir a meia noite, todos os prédios virão abaixo exatamente no mesmo horário.

Equipe

200 membros em toda a área metropolitana. Contando com filiais em 6 grandes cidades. Sob a coordenação do especialista em sabonetes e bombas, Tyler Durden (Brad Pitt), 19 homens foram recrutados para essa missão, depois de passarem por testes físicos e psicológicos. Robert Paulson, conhecido como Bob (Meat Loaf), Angel Face (Jared Leto), Ricky (Eion Bailey).

QG

1537 Paper Street. No porão da residência, algumas banheiras servem para a produção de nitroglicerina.
________________________________________________

PENSAMENTOS DE
TYLER DURDEN

Sabia que se misturar gasolina e suco de laranja, pode fazer napalm?

O oxigênio te dá barato. Numa emergência catastrófica, você entra em pânico. De repente você fica eufórico, dócil. Você aceita seu destino.

Povos antigos sabiam que as roupas ficam mais limpas se lavadas numa parte do rio. Sacrifícios humanos foram feitos nas colinas acima deste rio. Queima-se corpos, a água filtra-se nas cinzas criando detergente.

15 comentários:

Kamila disse...

Cassiano, um post excelente para um filme excelente.

Vejo muitas semelhanças entre "Clube da Luta" e "Laranja Mecânica". Dois filmes controversos, violentos e que são representantes de suas respectivas gerações.

Acho que poucos filmes conseguem captar a essência do mundo em que a gente vive. "Clube da Luta" é um deles.

Uma pequena obra-prima sobre as nossas frustrações, sobre as expectativas colocadas em nós e, principalmente, sobre tentar se conectar com alguém.

Tudo o que é feito pelos personagens do filme tem um rumo certo. Eles querem estabelecer uma comunicação com alguém, mesmo que seja na forma de um soco que alivia todas as frustrações que temos.

Museu do Cinema disse...

Sim Kamila, eu vou além, assim como Kubrick tentou em todos os seus filmes, fazer uma crítica social, Fincher segue pelo mesmo caminho, a comparação é mais do que justa!

romeika disse...

Filmaço, Cassiano! E parabens pelo texto, vc nao somente analisou o filme como cinema como tb entrou dentro das discussoes que esse proporciona...

Preciso rever "Clube da Luta" qualquer dia desses..

Museu do Cinema disse...

Obrigado Romeika, gosto muito de Clube da Luta, revi pelo menos umas 20 vezes.

Kamila disse...

Exatamente, Cassiano. O Fincher, de uma certa forma, tem esse paralelo com o Kubrick.

E eu também já assisti "Clube da Luta" umas vinte vezes. O que é bom também nesse filme é que, a cada nova visita, a gente percebe alguma coisa que tinha passado despercebida anteriormente.

Museu do Cinema disse...

Sim Kamila, o que faz dele um filme eterno!

Alex Gonçalves disse...

Não gosto muito do filme, pois filmes com ritmo e tonalidade pesada não me agradam tanto, mas é surpreendente e inquietante. Estou ansioso para ler a respeito de "O Quarto do Pânico". Espero que eu tenha tempo para comentar assim que você nos exibir o texto. Para não perder o bonde, comentei em resumo os meus meros conceitos dos outros filmes de Fincher que estão abaixo desta postagem.
Por hoje é só. Grande semana e até a próxima!

Marcus Vinícius disse...

Fight Club é do caralho, obrigatório na videoteca. O Edward Norton (pra mim é o melhor ator da nova geração) tá bem demais nesse filme.

Campeão do Mundo Pifa!

=D

Saudações e até mais!

Museu do Cinema disse...

Oi Alex, não deixa de ser surpreendente vc não gostar de Clube da Luta, mas como vc mesmo disse, ele é bastante inquietante.

Marcus, concordo com o Edward Norton, e tb acho esse filme item obrigatório nas videotecas (ou seria dvdeteca?)

Otavio Almeida disse...

É o filme mais doentio da década passada! Sem dúvida alguma! E é fascinante de um modo que não consigo explicar. Fincher gosta de fazer o público sofrer no cinema em seus melhores trabalhos. E CLUBE DA LUTA está entre eles... E a comparação com LARANJA MECÂNICA é certíssima!

Parabéns pelo ótimo post!

Museu do Cinema disse...

Obrigado Otávio, a comparação foi da Kamila, tb achei super correta.

Kamila disse...

ATENÇÃO CINÉFILOS:

"Clube da Luta" está à venda nas lojas Americanas pelo mísero preço de 12,99! Imperdível!

"Vidas em Jogo" também está em promoção lá ao preço de 19,90.

Desculpa a propaganda, Cassiano! ;-)

romeika disse...

kkkk Eu soube! Kamila, meu irmao comprou por esse preco mesmo:-p

Imperdivel;)

Vou rever "Clube da Luta" quando for em Natal:)
20 vezes, Cassiano?!? Vc eh phd hehe

Museu do Cinema disse...

Propaganda de utilidade pública cinéfila Kamila, muito bem vinda, eu tenho os 4 dvd´s do Fincher, o de Clube da Luta e Seven numa edição para colecionador de luxo.

Vale muito a pena!

Kamila disse...

Romeika, as Americanas estão com umas promoções ótimas de DVD.

Cassiano, eu só não tenho "O Quarto do Pânico". A minha edição de "Clube da Luta" é a de colecionador. A de "Se7en" é simples. E a de "Vidas em Jogo" comprei hoje, com mais outros três DVDs. :-)