02 abril 2007

Chinatown

Chinatown – Roman Polanski – 1974 (DVD)
O que aconteceu com o seu nariz?
Cortei fazendo a barba.
Isto deve doer.
Só quando respiro.


Clássico do cinema noir, último filme dirigido por Polanski em terras norte-americanas, Chinatown é referência em roteiro (Robert Towne), direção, fotografia (John A. Alonzo) e interpretação. É uma obra que se caracteriza como suspense, porém permeia com sarcasmo pelo noir, mais pelo roteiro inteligente do que pela ambientação de época.

Jack Nicholson vive o detetive J.J Gittes, um especialista em descobrir adultérios, seus trabalhos são famosos, e toda a sociedade o procura quando o fantasma da infidelidade assola suas casas. Porém, um caso em particular, acaba-o levando a uma grande intriga envolvendo a companhia de abastecimento de água de Los Angeles.

Faye Dunaway, John Huston, Diane Ladd e uma ponta do próprio diretor Roman Polanski, completam o elenco. Polanski é o responsável pela ferida no nariz da personagem de Jack Nicholson, que se tornou uma marca registrada da película.

A trama, típica do cinema noir, com muitas reviravoltas e um mistério crescente e emaranhado, tem um desfecho surpreendente, e num olhar mais detalhado, com um erro de câmera, o que não tira o espetacular final.

Esqueça isso Jake! Aqui é Chinatown”.

15 comentários:

Kamila disse...

Nunca assisti a este filme, Cassiano, e morro de vontade de fazê-lo.

Kamila disse...

Cassiano, para você, que tem uma galeria com os seus pôsteres de filmes favoritos, aqui vai dois links:

Os 25 Melhores Posteres de Filmes, de acordo com a revista Premiere:
http://www.premiere.com/best/3573/the-25-best-movie-posters-ever.html

Os pôsteres favoritos de Quentin Tarantino e Robert Rodriguez, cortesia da Entertainment Weekly:
http://www.ew.com/ew/gallery/0,,20015648,00.html

Otavio Almeida disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Museu do Cinema disse...

Então Kamila corra para fazê-lo, eu sou suspeito pq adoro cinema noir.

Já tinha visto essa lista da Premiere, que alias, acabou sua versão impressa. Os de Tarantino não, genial.

Otávio, sem dúvida é o melhor do Polanski.

Marcus Vinícius disse...

Eu não curto muito Polanski, apesar do Bebê de Rosemary ser muito bom. Abs

Museu do Cinema disse...

Então veja esse Marcus, pq do Polanski é o melhor sem dúvidas, como já afirmou tb o Otavio.

Marcus Vinícius disse...

Eu já vi amigo, mas faz muito, muito tempo. Não curti tanto assim, mas lembro pouca coisa. Porém, se vocês dois recomendam, vou dar uma revisitada nele.

Tinha me esquecido de algo: Saudações tricolores! =D

Túlio Moreira disse...

O personagem do John Huston é um dos meus preferidos de todo o cinema!

abs!

Museu do Cinema disse...

Reveja então gremista, porque esses é daquele tipo de filme que fica ótimo com a idade.

Túlio, eu gosto da personagem de Jack, que alias rendeu vários outros, como o Harry Angel de Mickey Rourke em Coração Satanico. Mas o Huston tá ótimo mesmo como o velhaco babão, mas ele é melhor atrás das câmeras.

Otavio Almeida disse...

O Sindicato dos Roteiristas considera CHINATOWN o 3º melhor roteiro já feito: http://www.wga.org/subpage_newsevents.aspx?id=1807

Abs!

Museu do Cinema disse...

Muito interessante a lista Otávio, mas Pulp Fiction em 16 é demais, ele merecia ficar entre os 5 primeiros no minimo.

Otavio Almeida disse...

Hahahhaha... nenhuma lista é perfeita... é só a opinião de um grupo.

Mas o interessante é manter a "qualidade" das listas! Pelo menos de grupos que dizem entender de cinema, né? Como o WGA...

Não sei vc, mas me irrita um pouco essa unanimidade de CIDADÃO KANE no topo de quase todas essas listas... Gosto do filme! Muito! Mas não sei se é "o melhor".

Abs!

Túlio Moreira disse...

Caras, sempre gostei de Cidadão Kane, mas nunca a ponto de considerá-lo o melhor de nada.

abs!

Museu do Cinema disse...

Reconheço a qualidade de Cidadão Kane, mas sua genialidade fala mais aos cinéfilos mais velhos, para nós é dificil mesmo "aceitar", é tipo Deus e o Diabo na Terra do Sol, que tinha o período de censura por trás.

Agora é inegavel, Túlio e Otavio, que O Poderoso Chefão é o melhor roteiro.

Otavio Almeida disse...

Concordo com vc em 100%, Cassiano!

Abs!