26 janeiro 2007

O Grande Golpe

The Killing – Stanley Kubrick – 1956 (DVD) – P&B

As 3:45 exatamente, nesse sábado à tarde da última semana de setembro, Marvin Unger era, talvez, o único entre milhares de pessoas na corrida que não sentia um frio na barriga no quinto páreo. Ele estava totalmente desinteressado na corrida de cavalos e olha que tinha uma vida dedicada às apostas. Mas Marvin tinha uma aposta de 5 dólares em todos os cavalos do quinto páreo”.

Após sair da prisão de Alcatraz, onde passou 5 anos, Johnny Clay planeja um elaborado assalto na corrida de cavalos. Mas ele tem que enfrentar alguns problemas que surgem, como a esposa infiel de um colaborador do assalto e seu namorado.

O Grande Golpe inspirou muitos diretores de policiais, um deles Quentin Tarantino. É um filme muito bem roteirizado, e com uma técnica perfeita pela época das filmagens, 1956. Aos 28 anos de idade, Kubrick mostra todo seu talento nas imagens. Foi baseado no livro Clean Break, de Lionel White, que recebeu uma homenagem em Cães de Aluguel (1992).

18 comentários:

Kamila disse...

Não assisti ao filme, Cassiano. Esse foi o primeiro filme que o Kubrick dirigiu?

Museu do Cinema disse...

Não Kamila, ele tem dois filmes antes, que infelizmente não foram lançados no Brasil.

Túlio Moreira disse...

Pecado fílmico: assisti a poucos filmes de Kubrick.

Kamila disse...

Na minha cabeça, o primeiro filme que o Kubrick dirigiu foi "Glória Feita de Sangue".

Acho que esse deve ter sido o filme mais antigo que ele fez que eu vi.

Museu do Cinema disse...

Túlio, precisa ver alguns! Quem sabe nessa revisita vc não se empolgue...a intenção é essa!

Kamila, Glória foi feito logo depois desse, 1 ano depois para ser mais preciso!

Túlio Moreira disse...

É verdade, Cassiano. E além de ver muitos dos filmes dele que ainda não assiste, Kubrick é daqueles diretores que você precisa rever constantemente, pois a sua evolução pessoal sempre oferece novas interpretações para o que se vê na tela...

abraço e bom fim de semana!

Museu do Cinema disse...

Realmente Túlio. Sabe fazendo essas revisitas, são como uma aula de cinema, e das melhores, pq professores como Kubrick, Almodóvar, Tarantino, Bertolucci, Morricone, Mendes, Meirelles, Lynch e Leone, é impossivel.

Pode acreditar amigo, é uma aula de cinema.

Kamila disse...

Ah, Cassiano. Obrigada pela informação. Bom final de semana!

Museu do Cinema disse...

De nada Kamila, bom final de semana tb!

Marcus Vinícius disse...

Se não me engano os primeiros filme dele foram "Flying Padre" e "Day of the fight". O primeiro é bem breve, cerca de 10 minutos, me lembro que tinha disponível num site (vou ver se acho o link novamente) e o segundo é um documentário sobre boxe que encontra-se tranquilamente no Emule. Abraços

Marcus Vinícius disse...

Não contavam com minha astúcia?

http://www.youtube.com/watch?v=inSdwXS2gGU

=D

Túlio disse...

E agora, quem poderá nos ajudar????

:D

Roberto Queiroz disse...

Assisti O Grande Golpe recentemente numa mostra que aconteceu no CCBB aqui do RJ chamada "Cinema de Assalto". Assim como toda a filmografia de Kubrick o filme é bárbaro. Fico bobo de ver tantas porcarias sendo refilmadas e ninguém se toca de fazer um remake dessa produção.

Crítica da semana em claquete (http://claque-te.blogspot.com): Déjà Vu, de Tony Scott.

Abraços do crítico da caverna.

Museu do Cinema disse...

Puts...Marcus, mandou bem cara. Desencavou hein! Obrigado! vou até adicionar o link no novo post.

Museu do Cinema disse...

Roberto, vc falou uma verdade, se bem que sou contra refilmagens.

abs

pedrita disse...

ai socorro, outro filme que não vi, imperdoável. beijos, pedrita

amanda toste disse...

queria fazer uma pergunta sobre o final do filme..eu acabei de ver..mas no final acabei me distraindo...ele ter sido preso quer dizer só q ele foi preso msm ou q o filme tava voltando até antes dele ter sido preso pelos 5 anos?

Museu do Cinema disse...

Pelo que lembro Amanda, ele tá indo preso mesmo.