07 julho 2006

Separados pelo Casamento

The Break-Up – Peyton Reed – 2006

Doug Liman, Jon Fraveau e Vince Vaughn são três amigos com ótimo senso de humor. Começaram com o incrível Swingers (1996), Liman continuou sua carreira como diretor no sensacional Vamos Nessa! (1999) e mais tarde se notabilizou com o primeiro A Identidade Bourne (2002) e Sr & Sra.Smith (2005).

Jon Fraveau, é o cabeça do grupo. É dele a idéia original de Swingers (baseado em sua vida), mas, tirando papeis secundários em blockbusters e filmes ruins como diretor, sua carreira não foi tão brilhante quanto às de seus amigos. Em Separados pelo Casamento ele interpreta o amigo louco de Vaughn, Johnny O.

Vince Vaughn é a estrela do time, e foi assim desde Swingers quando rouba a cena de Fraveau. Ele altera o humor e a seriedade como Martin Landau costumava fazer.

No filme, Gary (Vaughn) um guia turístico de Chicago, e também dono da empresa junto a dois irmãos, Lupus (Cole Hauser) e Dennis (o ótimo Vincent D’Onofrio), se casa com Brooke (Jennifer Aniston), depois de se conhecerem de um modo pra lá de surreal, num jogo dos Chicago Cubs (time de beisebol norte-americano). O casamento começa a entrar em crise com a primeira briga do casal e a partir daí as coisas só se complicam mais. A película ainda tem uma cena muito sensual quando Aniston, depois de uma depilação “Kojak” (Telly Savalas é seu padrinho na vida real), resolve andar nua pela casa.

O filme tem momentos hilários e é impossível os casais não se identificarem com uma ou mais ações dos protagonistas, mas peca por ser um emaranhado de clichês. Pensando bem, atualmente ser original é algo cada dia mais raro em todos os segmentos, me insiro nele.

2 comentários:

Kamila disse...

É verdade, Cassiano. "Separados Pelo Casamento" reúne uma série de clichês, mas, pelo menos procura se diferenciar dos outros filmes de comédia romântica, pois só retrata mesmo o momento do rompimento - sem aquelas cenas ridículas de reconciliação.

Também acho que o público se identifica com o casal central da trama. Isso foi mérito total da Jennifer Aniston e do Vince Vaughn.

Museu do Cinema disse...

Sim Kamila, como disse em meu post, hoje em dia vc ser original é uma tarefa muito dificil.