25 março 2006

A Grande Ilusão (2006)

All The King’s Men – Steven Zaillian – 2006

Zaillian, roteirista do clássico A Lista de Schindler, refilma o clássico de 1949. Sean Penn, interpretando Willie Stark, Jude Law vivendo o jornalista Jack Burden e Kate Winslet completando o triângulo amoroso na pele de Anne Stanton revivem os papéis na história do governador Stark. James Gandolfini, no papel do seu fiel escudeiro, Anthony Hopkins, o Juiz Irwin e Patricia Clarkson, como Sadie Burke completam um elenco bastante talentoso. James Horner faz a belíssima trilha sonora e o polonês Pawel Edelman, de O Pianista, compõe a fotografia sessentista.

Feito para concorrer ao Oscar de 2006, o filme foi adiado por atrasos em sua montagem. A história é riquíssima e nada mais apropriado do que seu lançamento em época de eleição. Infelizmente, os filmes com “cara de Oscar” adiam seus lançamentos para buscar uma data quando se escolhem os candidatos, criando assim uma enxurrada de bons filmes numa mesma época.


11 comentários:

Kamila disse...

É uma pena que o remake de "All the King's Men" não tenha estreado em 2005. Esse filme terá um dos grandes elencos do ano - vai rivalizar nesta categoria com "A Prairie Home Companion", o novo filme do Robert Altman.

Como eu gostei bastante do filme original, estou esperando ansiosamente para ver qual a interpretação que o talentoso roteirista e diretor Steven Zaillian vai dar a esta história.

Museu do Cinema disse...

Pelos rumores Kamila, e principalmente pelas fotos, onde se vê a caracterização dos anos 60, a interpretação de Zaillian deve buscar mesmo no filme original a inspiração nas cenas. Mas acho, e ai é uma opinião minha, que o roteiro deverá ter um enfoque maior no triângulo amoroso das personagens principais.

Kamila disse...

Será, Cassiano, que o filme irá dar um enfoque maior ao triângulo amoroso? Não sei se essa seria uma boa idéia, tendo em vista que a força do filme é a construção da persona pública de Willie Stark. Mas, com certeza, Zaillian deverá adicionar algo de novo a esta história.

PS: As fotos do filme, especialmente a primeira que você postou, estão fantásticas.

Museu do Cinema disse...

Grato Kamila, concordo contigo que se o foco for pro lado amoroso da trama, ficará longe do original. Mas acredito que poderá vir a ser bem sucedido.

Priscila disse...

Preciso ver esse filme e o original também. Cassiano não achei o seu comentário do filme Cortina de Fumaça de Paul Auster, depois me fala onde está, ok?

Museu do Cinema disse...

Tá no arquivo de setembro 2005 Priscila.

Priscila disse...

Cassiano, obrigada.

Priscila Pinheiro disse...

Que bom seria se lançassem ao menos um filme bom por mês... Mas, como não podemos nem reivindicar, que esperemos o tempo que o marketing precisa para lançá-lo na hora certa...

P.S.: já q ele foi citado aí... Jude Law eh 10!

Muito bacana este blog. Um abraço.

Museu do Cinema disse...

Muito obrigado Priscila Pinheiro, vc tem toda razão, seria ótimo se todo mês tivessemos um lançamento importante nos cinemas. Valeu pelo elogio!

Romeika disse...

Sempre posts informativos, hein?? Muito bom, fiquei com água na boca pra ver o filme, adoro a Kate Winslet e o Sean Penn é sensacional..

Museu do Cinema disse...

Realmente Romeika, o Sean Penn é muito bom mesmo, quanto a Kate eu acho excelente atriz, alias, o elenco desse filme é dificil apontar um ruim!