05 fevereiro 2006

O Segredo de Brokeback Mountain

Brokeback Mountain – Ang Lee – 2005

“O amor é uma força da natureza”.

No sul dos Estados Unidos, Wyoming em 1967, período da grande depressão, dois cowboys estão a procura de emprego temporário no rancho de Joe Aguirre (Randy Quaid). Ennis Del Mar (Heath Ledger) é um homem triste, de pouca conversa, Jack Twist (Jake Gyllenhaal) é um cowboy de rodeios, os dois passam momentos juntos cuidando das ovelhas de Aguirre, nas montanhas de Brokeback, em situações climáticas ruins, e alimentação a base de feijão.

"Você tem que agüentar o que não pode consertar"

De tempos em tempos, Hollywood resolve tratar de assunto polêmico com a ótima intenção de diminuir o preconceito. Foi assim com Filadélfia, que também tratava de homossexualismo masculino e a aids e agora se repete nessa história de amor entre dois homens. Baseado no conto de E. Annie Proulx, publicado em 13 de outubro de 1997 na revista The New Yorker, o filme foi produzido também como forma de resposta à morte de Matthew Shepard, gay assumido, que no dia 12 de outubro de 1998, aos 21 anos, foi espancado, amarrado a uma cerca e abandonado até morrer. O crime aconteceu em Laramie, Estado de Wyoming. A intolerância racial, religiosa e sexual ainda se mostra presente, e cada vez mais forte, em pleno século 21.

Além das belas interpretações das quatro personagens principais, Heath Ledger, Jake Gyllenhaal, Michelle Williams e Anne Hathaway, a trilha sonora do argentino Gustavo Santaolalla pontua os momentos onde o bonito amor dos cowboys, contrapõe a dificuldade do relacionamento dar certo.

“Não se deve estereotipar ninguém. As pessoas se apaixonam e ponto final. Eu queria contar uma história de amor, e esta é entre dois homens”. Ang Lee

8 indicações ao Oscar: Melhor filme, diretor (Ang Lee), ator (Heath Ledger), ator coadjuvante (Jake Gyllenhaal), atriz coadjuvante (Michelle Williams), fotografia (Rodrigo Pietro – estupenda)e trilha sonora (Gustavo Santaolalla) e roteiro adaptado (Larry McMurtry e Diana Ossana).

7 comentários:

Kamila disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Kamila disse...

Oi, vi um link para a sua página no blog do Sérgio Dávila. Gostei muito do que você escreveu aqui. "O Segredo de Brokeback Mountain" é um filme muito bonito, dirigido de maneira sensível e com atuações excelentes. A platéia certamente se identifica com a história de amor vivida por Ennis e Jack. A trilha sonora preenche os (muitos) momentos de silêncio do filme com muita propriedade.

Eu também tenho um blog sobre cinema. Se puder, dá uma passada lá depois: http://cinefilapornatureza.blogspot.com/

Anônimo disse...

A Trilha ainda tá em minha mente!

Romeika disse...

"If u can't fix it u've gotta to stand it".. pobrezinho do Ennis, mas é uma verdade brilhantemente dita no filme, considerando a personalidade de quem a diz. Vc leu o conto da Annie Proulx?

Museu do Cinema disse...

Essa frase realmente fala muito sobre o filme! Quanto ao conto, tive a oportunidade de ler um trecho, mas não consegui encontra-lo completo. Vc sabe onde posso conseguir?

Romeika disse...

Eu tenho o conto! Achei na internet, qual o seu e-mail? Eu te mando por e-mail sem problemas.

Michelly disse...

eu adoraria ter o conto...
meu email é nirny@hotmail.com...
se alguém o tiver se incomodaria de me passar tb???

bjs