18 outubro 2005

a intérprete

the interpreter – Sydney Pollack – 2005

“Os tiros ao nosso redor fazem com que seja difícil ouvir. Mas a voz humana é diferente de todos os outros sons. Ela pode ser ouvida acima de qualquer barulho. Até mesmo quando não está gritando. Até mesmo quando só é um sussurro. Até o sussurro mais baixo pode ser ouvido acima dos exércitos...quando diz a verdade!”

O filme ganhou notoriedade por ser o primeiro que recebeu autorização oficial para filmar dentro da ONU. Recebida por Kofi Annan, Nicole Kidman e a produção de a intérprete, tiveram livre acesso às dependências da sede em Nova York.

Silvia Broome (Nicole Kidman) é a intérprete do título. Trabalhando na ONU, acidentalmente, ela ouve sussurros do que seria um atentado ao chefe de estado de Matobo, um país africano em guerra civil, o ditador Zuwaine. Ao descobrir que em poucos dias, Zuwaine fará um discurso para a assembléia geral da ONU, Broome resolve falar para as autoridades. Entra em cena o agente federal Tobin Keller (Sean Penn), que passa a desconfiar da intérprete.

Sob um olhar mais amplo, Pollack nos mostra o quanto a sociedade fez da violência uma ferramenta. E assim vai se perpetuando geração a geração.

Nenhum comentário: