08 agosto 2005

Cena de Cinema


Estrada para Perdição (Road to Perdition - Sam Mendes - 2002)

A cena começa com John Rooney (Paul Newman) saindo de um bar acompanhado de seus sete seguranças. Chove bastante e o segurança abre o guarda-chuvas para proteger o chefe. O carro encontra-se há uns 20 metros e é o único estacionado àquela hora da madrugada. Passamos a ouvir, juntamente com o som da chuva, a belíssima trilha sonora composta por Thomas Newman (just the feller). John Rooney chega até o carro e, estranhando o fato de o motorista ainda não ter acordado para abrir-lhe a porta, vai até a janela do chofer, bate algumas vezes e tenta abrir a porta, sem sucesso. Acaba, porém, balançando o carro e fazendo o corpo do motorista inclinar sem vida para bater com a cabeça no volante. Enquanto Rooney começa a perceber as coisas, seus seguranças se viram para a rua, puxando suas armas.

Nada aparece, só a escuridão e alguns carros distantes. De repente nota-se o começo de um massacre, porém nada é ouvido. Vemos cair, um por um, todos os seguranças, enquanto John Rooney se apóia no carro, esperando sua vez. Vemos na expressão de seu rosto o medo e a resignação com a morte que se aproxima. Depois de cair o último morto, o massacre cessa. Os corpos são vistos e um único continua em pé, amparado pelo carro e de costas para onde os tiros vinham. Da escuridão surge a silhueta de uma pessoa e descobrimos que ele carrega uma metralhadora. Ele vai ao encontro do último corpo a sucumbir, seus passos são calmos, como se caminhasse ao encontro do destino, do qual ninguém foge. A música muda, a orquestra passa a atuar, Rooney sente seu algoz por trás e começa a se virar para encará-lo. Michael Sullivan não demonstra nenhum sentimento em seu olhar e, para espanto, John Rooney também não. Para ele, Sullivan sempre foi um filho. "Ainda bem que é você". Sullivan empunha a metralhadora e descarrega, com expressão de dor e raiva. O silêncio é rompido pelo som ensurdecedor dos tiros.

Um comentário:

Bombaata disse...

Bela cena!!
A ausencia de audio da o tom que a execuçao merecia.
Legal seria comentar a cena final com o Jude Law na casa de praia(apesar de ser uma baita spoiler pra quem não viu o filme).