28 julho 2019

Os 10 melhores filmes italianos

Há algum tempo me pedem uma lista dos melhores filmes italianos. Como fã do cinema da terra de Michelangelo Antonioni, não poderia deixar de elencar esse desafio. Deixo claro que para elaborar essa serie, como regra, resolvi apenas colocar filmes 100% italianos, ou seja, falados e produzidos na Itália. O que de saída já descarta alguns filmes de Antonioni, Sergio Leone e Paolo Sorrentino, três grandes Mestres, e que sou fã.

10. Começo por Monica Bellucci e o evento que lhe fez jus a sua beleza. Malèna (2000), dirigido por Giuseppe Tornatore, é uma ode a mulher, e uma ode ao cinema italiano.

09. O Carteiro e o Poeta é uma obra-prima italiana do começo ao fim, mesmo narrando uma parte da vida do poeta chileno, Pablo Neruda. E o responsável por isso, dentro e fora das telas é o saudoso Massimo Troisi, o ator que deu a vida pelo filme que o imortalizou.

08. não poderia deixar de estar nessa lista e nessa posição, apesar de, prometo, ter sido uma grande coincidência. O filme de Fellini é uma obra que segue com sua aura e permanecerá assim pra sempre.

07. A Grande Beleza é o A Doce Vida da nova geração. Paolo Sorrentino conseguiu transformar sua grande obra-prima em mais que uma homenagem ao seu maior ídolo, Fellini, mas também em fazer um raio cair no mesmo lugar duas vezes.

06. A Doce Vida é um daqueles filmes que ficarão eternamente guardado nas mentes dos cinéfilos espalhados pelo mundo. Talvez seja o filme italiano mais famoso do mundo.

05. Cinema Paradiso define o cinema italiano. Talvez defina o cinema. Giuseppe Tornatore consegue passar à imagem em movimento seu amor por essa coisa encantadora que é chamada de 7ª arte.

04. Rocco e Seus Irmãos de Luchino Visconti é atemporal, belo e precioso. Consegue transformar um roteiro perfeito, num show de imagens. É o perfeito encontro do rio com o mar.

03. Ladrões de Bicicleta tem todos os elementos que fazem uma obra-prima, um grande cineasta Vittorio De Sica, grandes atores, uma criança protagonista, e uma história edificante e atemporal.

02. A Vida é Bela, aqui todo os créditos vão ao maluco e genial Roberto Benigni. Desconfie daquele que não ama esse filme.

01. Pode parecer obvia a escolha de Michelangelo Antonioni e seu A Aventura como primeiro, mas não, sou mais fã dos filmes já em língua inglesa e coloridos do meu cineasta favorito, mas A Aventura é um divisor de águas. É a obra-prima mais completa e importante cinema italiano.

Nenhum comentário: