09 dezembro 2007

avant-première

Angel – François Ozón – 2007 (Estréia em 1º de janeiro de 2008). Baseado no livro homônimo da romancista inglesa Elizabeth Taylor – sim, ela tem o mesmo nome da famosa atriz de Hollywood – o filme se passa na Inglaterra do começo do século 18, onde uma talentosa escritora sonha com a fama, o sucesso e a descoberta do amor que seu talento poderá lhe proporcionar.

A direção de fotografia ficou a cargo do experiente Denis Lenoir, que Hollywood descobriu agora e estará em Righteous Kill (2008), no reencontro entre Al Pacino e Robert DeNiro, no novo de Jon Avnet.

Charlotte Rampling volta a trabalhar com Ozón, se juntando ao competente Sam Neill e a inglesa Romola Garai que estará em Atonement (2007).

10 comentários:

Anônimo disse...

Ozon e Rampling = já vale o ingresso. Li em alguns tópicos a baixao que ela alcançou o reconhecimento nos anos 80. Não acredito muito nisso, acho que Charlote ainda é uma figura pouco conhecida do grande público - assim como Helen Mirren era antes de A Rainha - mesmo sendo uma grande atriz precisou de um "filme maior" para ser finalmente reconhecida pelo público. Charlote, na minha opinião esta precisando, para chegar a esse reconhecimento, de um "grande filme", no senti do academia de ser...

Museu do Cinema disse...

Não Felipe, primeiro que ela, nem ninguém precisa de Oscar para provar nada, e segundo pq como disse antes, ela alcançou o reconhecimento em Hollywood nos anos 80, na Europa ela sempre foi reconhecida. Assim como a Fernanda Montenegro aqui.

Anônimo disse...

Como a Romeika disse em seu blog, fiquei com vontade de ver esse somente por essa bela imagem. Será que essa é a obra-prima do diretor? Com um elenco desses, não duvido nada...

Abraço!

Museu do Cinema disse...

Dizem que é Vinícius, o certo é que muda um pouco do seu estilo, afinal é uma adaptação literaria.

Kamila disse...

Estou doida para assistir a este filme, que esteve em cartaz para os poucos privilegiados que o assistiram na Mostra de SP.

Museu do Cinema disse...

Pois é Kamila, minha esperança é que ele entre nos cinemas pobres do país.

Kamila disse...

Acho que Salvador tem boas chances, Cassiano. Nós aqui de Natal é que estamos carentes definitivamente dos bons filmes.

Ramon disse...

Aqui em Blumenau (SC) não passará, de certeza. Aqui só chegam os blockbusters!

De qualquer forma, obrigado pela dica.

Victor disse...

A fotografia é realmente fantástica!!!
E por aqui(curitiba), acho que não chega não..

Museu do Cinema disse...

Kamila, Ramon e Victor, nós estamos no mesmo barco, por um motivo simples, mas fundamental no Brasil, não estamos em São Paulo.